20:10 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    602
    Nos siga no

    O diretor interino da embaixada dos Estados Unidos em Pequim, China, renunciou abruptamente, afirmando para seus colegas que sua ação foi motivada pela decisão de Donald de Trump de retirar os EUA do acordo de Paris.

    David Rank tem 27 anos de serviço na carreira diplomática e exercia a função de embaixador interino enquanto Terry Branstad, ex-governador do estado de Iowa e escolhido por Trump como novo embaixador, não assumia seu posto.

    O Departamento de Estado dos EUA confirmou a saída do diplomata e a classificou como uma "decisão pessoal", sem fornecer mais detalhes.

    Fontes anônimas ouvidas pela agência Associated Press afirmaram que Rank tomou sua decisão após Trump confirmar sua promessa de campanha de sair do Acordo de Paris.

    Mais:

    EUA e China desencadearão Terceira Guerra Mundial?
    'Observações irresponsáveis', China reage mal a comentário de Secretário de Defesa dos EUA
    Política ferroviária da China provoca acusações de neocolonialismo
    Crise na Venezuela ou barrar crescimento da China? O que Tillerson e Aloysio discutiram
    Secretário de Defesa dos EUA provoca a China: "Não podemos mais aceitar as ações deles"
    Taiwan aprova casamento gay. China será a próxima?
    G7: sem Rússia, contra China e com EUA e Europa divididos
    Tags:
    Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar