23:52 22 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1382
    Nos siga no

    Mais de 100 pilotos-instrutores da Marina norte-americana se recusam a realizar voos de treinamento em protesto contra a falta de desejo das autoridades de resolver o problema do sistema de abastecimento de oxigênio nos aviões de treino, informa o canal FoxNews.

    Segundo os dados do canal, o boicote foi declarado no fim da semana passada. Como resultado, centenas de voos foram cancelados. Como destacaram alguns instrutores, o número de incidentes relacionados com a toxidade do oxigênio nos aviões T-45 Goshawk, de 30 anos, "cresceu muito".

    Caça norte-americano da quinta geração F-35
    © AP Photo / Ross D. Franklin
    Os problemas no abastecimento de oxigênio podem provocar hipoxia, ou seja, insuficiência de oxigénio no organismo, o que, por sua vez, pode provocar desorientação. O vice-almirante Mike Shoemaker, chefe da aviação naval, declarou que problema dos aviões de treino é a "prioridade número um".

    "Pode acontecer inesperadamente. O sistema não consegue detectar matérias poluentes", diz um dos pilotos. "Os pilotos não se sentem seguros voando nestes aviões", destacou um dos instrutores ao FoxNews.

    O canal acrescentou que um dos pilotos envolvido neste protesto é filho do atual vice-presidente dos EUA, Mike Pence.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar