10:35 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    320
    Nos siga no

    A descoberta de mais de 250 crânios em uma cova clandestina, todos de vítimas do crime organizado, foi revelada nesta terça-feira (14) pelo procurador-geral do estado mexicano de Veracruz, Jorge Winckler.

    "Eu não posso imaginar quantas pessoas mais poderiam estar enterradas ali ilegalmente", disse Wincker em entrevista à emissora nacional Televisa.

    Os esforços das autoridades mexicanas, segundo o procurador-geral, "é titânico”. 

    “Veracruz é uma enorme cova. Quando terminarem de abrir as covas no estado, será a maior cova do México, até mesmo do mundo, porque por muitos anos o crime organizado fez pessoas desapareceram com a complacência das autoridades", acrescentou.

    O estado de Veracruz é notório por seu nível extremamente alto de criminalidade, desencadeado pelo tráfico de drogas, corrupção e crime organizado. Cerca de 720 pessoas foram dadas como desaparecidas desde 2010.

    Mais:

    Quase 240 corpos – a maioria sem cabeças – são encontrados em valas comuns no México
    Narcos 2.0: Novo cartel de drogas estreia no México ao estilo do Daesh
    Tags:
    desaparecidos, crime organizado, covas coletivas, fossa comum, vala comum, Veracruz, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar