17:14 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Vista de Teerã

    Estados Unidos anunciam novas sanções contra empresas ligadas ao Irã

    © Fotolia / Borna_Mir
    Américas
    URL curta
    43214
    Nos siga no

    O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos impôs sanções a 12 entidades, além de 13 pessoas sob a autoridade de sanções do Irã, de acordo com a declaração do Escritório de Controle de Patrimônio Estrangeiro (OFAC) divulgada agora a tarde. Algumas das entidades sancionadas estão fixadas nos Emirados Árabes Unidos, Líbano e China.

    Quatro empresas com sede no Líbano foram adicionadas à lista da OFAC por alegados laços com o Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã.

    As quatro empresas são Maher Trading and Construction Company (Construção Civil), Mirage for Engineering and Trading (Engenharia e Comércio), Mirage for Waste Management and Environmental Services SARL (Serviços Ambientais) e Reem Pharmaceutical (Indústria Farmacêutica), de acordo com o Tesouro.

    Estremecimento

    Mais cedo hoje, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que o Irã está "brincando com o fogo", acrescentando que não será "tão gentil" como o ex-líder norte-americano Barack Obama.

    O Irã está brincando com fogo — eles não apreciam o quão "gentil" o Presidente Obama era para eles. Comigo não!​

    Na quarta-feira, o Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Michael Flynn, emitiu uma declaração acusando o Irã de supostamente violar uma resolução do Conselho de Segurança da ONU. Os comentários aconteceram um dia depois que Teerã lançou um míssil balístico perto da cidade de Semnan, a mais recente de uma série de testes, que começou pouco depois da implementação do acordo nuclear de 2015.

    O acordo entre o Irã, os Estados Unidos e outras cinco nações visa limitar o desenvolvimento de armas nucleares no Irã em troca do levantamento das sanções que pesam contra a economia do país.

    Mais:

    Irã diz que não vai renegociar termos de acordo nuclear com Trump
    EUA e Arábia Saudita defendem 'aplicação estrita' do acordo nuclear com Irã
    Tags:
    Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã, Reem Pharmaceutical, Mirage for Waste Management and Environmental Services SARL, Mirage for Engineering and Trading, Maher Trading and Construction Company, OFAC, Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Departamento do Tesouro, Conselho de Segurança da ONU, Michael Flynn, Donald Trump, Barack Obama, Semnan, Estados Unidos, Teerã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar