10:08 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    341
    Nos siga no

    Segundo informou a Reuters, a Venezuela pode ser excluída do Mercado Comum do Sul (Mercosul), porque não cumpre as exigências desta união econômica. Em particular, um alto funcionário brasileiro disse à Reuters que Caracas não conseguiu agir em concordância com os outros membros do Mercosul nos assuntos de economia, direitos humanos e imigração.

    Viktor Jeifets, professor da Universidade Estatal de São Petersburgo, falando ao serviço russo da Rádio Sputnik, considera que, além de razões econômicas e políticas da exclusão da Venezuela do Mercosul, há mais uma razão – a incapacidade dos membros do Mercosul de encontrar um plano de entendimento.

    "A decisão dos países do Mercosul é plenamente justificada. Com efeito, a Venezuela até agora não ratificou centenas de resoluções do Mercosul. O país não corresponde às condições de permanência no bloco em mais de 300 aspetos", disse Jeifets, acrescentando que o país ainda não ratificou o acordo sobre o livre trânsito de pessoas e mercadorias, o que impede o livre comércio no território da Venezuela e de todo o bloco.

    O especialista recordou que em diversos países os regimes políticos mudaram – no poder estão agora governos de direita ou centro-direita, inclusive no Brasil e Argentina, que não pretendem fazer cedências à Venezuela.

    "Esta decisão [de expulsar a Venezuela do Mercosul] não é definitiva ou absoluta, hipoteticamente podem dar a ela uma chance de voltar depois de cumprir o acordo, mas não penso que a Venezuela faça agora alterações na sua legislação…", disse.

    Jeifets destacou que todo o tempo que a Venezuela passou no bloco, Caracas usou para o seu bem – aproveitou o comércio livre dentro do bloco, as oportunidades de viajar livremente para os países do Mercosul, mas não deixou as mercadorias dos outros países do Mercosul entrar livremente no país.

    "Assim, houve integração política, mas não houve uma plena integração econômica", afirmou o professor.

    O Brasil e a Argentina exercem muita pressão sobre a Venezuela, e esta frequentemente responde de forma pouco diplomática. Assim, Caracas conseguiu perder os amigos que tinha na região.

    A exclusão da Venezuela do Mercosul piorará ainda mais a situação econômica de Caracas, concluiu Jeifets.

    Mais:

    China e Venezuela trabalham em plano de cooperação até 2030
    Ministro do Petróleo da Venezuela fará visita de trabalho à Rússia
    Venezuela quer discutir acordo sobre petróleo com Putin
    Tags:
    exigências, chances, exclusão, bloco, integração, Mercosul, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar