03:14 17 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    28239
    Nos siga no

    John Kirby, representante oficial do Departamento de Estado, tentou atemorizar Moscou com ameaças de ataques terroristas em cidades russas e perdas militares na Síria.

    "As consequências são tais que a guerra civil na Síria vai continuar, os extremistas e grupos extremistas vão continuar se aproveitando do vazio de poder na Síria para expandir suas missões, que vão sem dúvida incluir ataques contra os interesses russos e, possivelmente, atentados em cidades russas. E a Rússia vai continuar a enviar para casa caixões de militares. Eles (russos) vão continuar perdendo recursos e é possível que percam aviões de novo", disse Kirby respondendo à questão sobre as possíveis consequências da continuação da violência na Síria. 

    A violência é, segundo os EUA, a operação do exército sírio, apoiada pela Rússia, contra terroristas e militantes. O Departamento do Estado dos EUA está repetidamente acusando Moscou e Damasco de ataques contra alvos civis e oposição moderada, mas não apresenta quaisquer provas.

    Moscou tem repetidamente classificado estas acusações como infundadas, acrescentando que todos os ataques são realizados apenas contra os terroristas, após a verificação dos alvos e com base em dados comprovados.

    Mais:

    EUA ameaçam congelar cooperação com a Rússia na Síria
    EUA: interesse cauteloso em manter contato com a Rússia sobre Síria
    Tags:
    acusações, violência, operação, ataque, extremistas, atentado terrorista, ameaça, John Kirby, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar