17:51 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    Promotores federais do estado americano de Ohio informaram que um homem foi preso nesta quinta-feira por suspeitas de ter mentido sobre sua participação no genocídio de 8 mil muçulmanos na Bósnia em 1995.

    Segundo as autoridades, Oliver Dragic, de 41 anos, fez parte de uma unidade especial da polícia que participou do massacre no país europeu. No entanto, essa informação não foi dada por Dragic quando pediu refúgio aos Estados Unidos, na condição de vítima de guerra. 

    A promotoria ainda acrescentou que, além de mentir em suas declarações, o acusado continuou trabalhando para a polícia mesmo depois de pedir asilo. 

    Mais:

    Pokémon No-Go: jogadores arriscam a vida em campos de minas na Bósnia
    Bósnia: Polícia captura seis ex-soldados suspeitos de crimes de guerra
    Modelo da Playboy é presa por tentar assassinar chefe da máfia bósnia
    Bandeira do Estado Islâmico hasteada na Bósnia
    Tags:
    Bósnia, EUA, Ohio, crimes de guerra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar