11:03 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Lei de Ajuste Cubano privilegia imigrantes de Cuba nos EUA

    Costa Rica quer fim de privilégios para cubanos nos Estados Unidos

    © AP Photo / Ramon Espinosa
    Américas
    URL curta
    121
    Nos siga no

    O presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solís, pediu nesta segunda-feira em Washington uma mudança na lei que privilegia a imigração cubana no país, em meio a um grande fluxo de pessoas que abandonam a ilha caribenha cruzando a América Central para chegar aos EUA.

    "A migração cubana é privilegiada nos Estados Unidos. Até que essas medidas de alguma maneira não mudem, seguirá sendo uma circunstância muito atrativa para os cubanos abandonar a ilha", disse Solís durante um evento no centro de análises Wilson Center, em Washington. 

    O tema migratório foi tratado também durante a reunião entre o líder costa-riquenho e o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, antes do encontro com o presidente Barack Obama. Solís reconheceu, no entanto, que, em ano de eleição, uma reforma na legislação de imigração dos Estados Unidos nesse momento é pouco provável. 

    Desde 1966, a Lei de Ajuste Cubano facilita a imigração dos cidadãos de Cuba para os Estados Unidos, com vistos de residência e trabalho mesmo para aqueles que chegam ilegalmente ao país.

    Embora por muitos anos a migração de cubanos para os EUA fosse feita basicamente pelo mar, muitos começaram a fazer a travessia recentemente passando pela América Central, principalmente depois que o Equador permitiu, até dezembro, a entrada livre desses migrantes.

    Mais:

    Mexicanos são extraditados para responder por morte de agente de imigração dos EUA
    Republicanos apoiam oficialmente proposta de Trump para construção de muro com México
    EUA irão receber mais refugiados da América Central em 2016
    Tags:
    migração, Luis Guillermo Solís, Joe Biden, Barack Obama, Washington, Costa Rica, Equador, América Central, EUA, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar