Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ocidente procura politizar atividades da Interpol, diz MRE russo

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensVista para o Ministério das Relações Exteriores da Federação da Rússia a partir do mirante do centro de negócios Golden Gate, Moscou, 4 de maio de 2022
Vista para o Ministério das Relações Exteriores da Federação da Rússia a partir do mirante do centro de negócios Golden Gate, Moscou, 4 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2022
Nos siga noTelegram
O Ocidente procura tirar proveito da Interpol para promover seus interesses políticos e cortar o acesso aos seus canais à Rússia, afirmou o chefe do Departamento de Novos Desafios e Ameaças do Ministério das Relações Exteriores russo, Vladimir Tarabrin. Segundo ele, tais passos são imprudentes ao prejudicarem o trabalho da organização.
O diplomata salientou que nos países ocidentais soam periodicamente apelos para limitar as possibilidades da Rússia de usar os canais da Interpol para perseguir criminosos ou até para suspender a participação russa no órgão.

"Eles [países ocidentais] procuram tirar proveito da organização policial exclusivamente de acordo com os seus interesses políticos, exercendo pressão sobre os seus membros a fim de cortar o acesso aos recursos de informação da Interpol às forças de aplicação da lei russas", defendeu Tarabrin.

Segundo o diplomata russo, tais ações por parte dos países ocidentais são "imprudentes e não são fundamentadas por nada", pondo em perigo o objetivo principal com que a Interpol foi criada em 1923, que é "garantir a unificação de esforços das forças de aplicação da lei dos Estados-membros na luta contra a criminalidade".
Prédio do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Moscou, 2 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.07.2022
Panorama internacional
Diplomata russo: Ocidente pode estender sua estratégia de contenção a outros países independentes

"Além disso, tal comportamento por parte do Ocidente incentiva os desejos de certos membros de mudar o Estatuto da Interpol, a fim de no futuro exercer pressão política sobre qualquer governo indesejado. Nesse contexto, torna-se especialmente importante o artigo 3 do Estatuto da organização, que lhe proíbe qualquer forma de interferência nos assuntos internos dos países-membros ou o exercício de atividades de caráter político", sublinhou.

O alto funcionário da diplomacia russa destacou que a Rússia continua aberta em relação à cooperação igualitária e mutuamente vantajosa, mas concluiu que "a cooperação profissional tanto na plataforma da Interpol como em base bilateral deve ser construída independentemente da conjuntura política global".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала