Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

No Brasil, Austin diz que democracia 'é símbolo das Américas', mas que China a ameaça na região

© Folhapress / Tom MolinaNa foto, Lloyd Austin, Secretário de Defesa dos Estados Unidos, em Brasília 26 de julho de 2022
Na foto, Lloyd Austin, Secretário de Defesa dos Estados Unidos, em Brasília 26 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Nos siga noTelegram
Representante da Defesa norte-americana está no Brasil para participar da 15ª Conferência de Ministros de Defesa das Américas e diz que "poderes estão trabalhando para desestabilizar regras" democráticas
Nesta terça-feira (26), o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd J. Austin, afirmou em Brasília que "a democracia é o símbolo das Américas" e que as nações do continente compartilham valores comuns, tais como "compromisso com o Estado democrático de direito" e "devoção à democracia", segundo o UOL.
"Democracia é o símbolo das Américas e acreditamos que todo o hemisfério Sul pode ser seguro, próspero e democrático", disse.
Austin discursou durante a 15ª Conferência de Ministros de Defesa das Américas, realizada na manhã de hoje (26) na capital federal.
Atuais comandantes militares do Brasil: comandante da Marinha, Almir Garnier (E), comandante do Exército, general Paulo Sergio Nogueira, e o comandante da Força Aérea, brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Jr. (D), durante a cerimônia de apresentação na sede do Ministério da Defesa em Brasília, Brasil, quarta-feira, 31 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Notícias do Brasil
Com Venezuela em pauta, Brasil reúne ministros da Defesa de 34 países das Américas
O anfitrião do evento é o ministro da Defesa (PL), general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira. Austin destacou que Brasil, Estados Unidos e os demais países do continente são "conectados não apenas pela geografia, também pelos interesses e valores em comuns".
"À medida que aprofundamos nossas democracias, cada vez mais aprofundamos também a nossa segurança", acrescentou.
Sem clarear o raciocínio com detalhes, Austin disse ainda que a estabilidade democrática na região estaria eventualmente ameaçada pelo "esforço da China para obter influência". Segundo ele, "poderes estão trabalhando para desestabilizar regras" e convenções do "direito internacional", de acordo com a mídia.
A CMDA foi criada em 1995 para "promover o conhecimento recíproco, a análise, o debate, a troca de ideias e de experiências na área da Defesa e da Segurança". A escolha de um país-sede é feita cada dois anos, de forma alternada entre as 34 nações-membros.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала