Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Cientistas explicam por que ouvidos humanos teriam origem em brânquias de peixe (FOTOS)

© Foto / Pixabay / Anemone123Ouvido humano (imagem referencial)
Ouvido humano (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
Um grupo de cientistas de três países descobriu dois fósseis de peixes, nos quais notou semelhanças entre o espiráculo vertebrado de peixes e o ouvido dos humanos.
Um estudo conduzido por cientistas do Instituto de Paleontologia e Paleoantropologia Vertebrada (IVPP, na sigla em inglês) da Academia de Ciências da China, da Universidade de Uppsala, Suécia, e da Universidade de Bristol, Reino Unido, lançou nova luz sobre a evolução dos ouvidos nas espécies vertebradas, relatou na sexta-feira (17) o portal Phys.org.
© Foto / Zhikun Gai et al.Fósseis do gênero vertebrado Shuyu
Fósseis do gênero vertebrado Shuyu - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Fósseis do gênero vertebrado Shuyu
Segundo o portal, os pesquisadores já tinham determinado através de evidências fósseis e embrionárias que o ouvido médio humano evoluiu a partir do espiráculo dos peixes, mas a origem do espiráculo vertebrado permaneceu sendo um "mistério sem solução na evolução dos vertebrados".
No entanto, os cientistas aparentemente conseguiram resolver esta questão depois que encontraram um fóssil Shuyu tridimensional de 438 milhões de anos e um fóssil galeaspida de 419 milhões de anos na China, em Changxing, província de Zhejiang, e em Qujing, província de Yunnan, respectivamente.
"Estes fósseis forneceram as primeiras evidências anatômicas e fósseis de um espiráculo vertebrado originário de brânquias de peixe", disse Gai Zhikun, acadêmico do IVPP e primeiro autor do estudo publicado na revista Frontiers in Ecology and Evolution.
© Foto / Zhikun Gai et al.Fóssil de 419 milhões de anos de idade com filamentos de brânquias totalmente preservados na primeira câmara das brânquias
Fóssil de 419 milhões de anos de idade com filamentos de brânquias totalmente preservados na primeira câmara das brânquias - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Fóssil de 419 milhões de anos de idade com filamentos de brânquias totalmente preservados na primeira câmara das brânquias
As análises craniais virtuais do cérebro Shuyu revelaram detalhes de sua anatomia craniana, "incluindo cinco divisões cerebrais, órgãos sensoriais e passagens de vasos sanguíneos e nervos cranianos no crânio", acrescenta a mídia.
"Muitas estruturas importantes dos seres humanos podem ser traçadas até nossos ancestrais peixes, tais como nossos dentes, mandíbulas, orelhas médias etc. A principal tarefa dos paleontólogos é encontrar os importantes elos em falta na cadeia evolutiva desde os peixes até os humanos. Shuyu tem sido visto como um elo-chave em falta tão importante como o Archaeopteryx, Ichthyostega e Tiktaalik", disse Zhu Min, acadêmico da Academia de Ciências da China, e um dos autores da pesquisa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала