- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Mídia: suspeitos confessam assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips

© Folhapress / Pedro LadeiraPoliciais federais conduzem um dos suspeitos presos acusados do homicídio do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, Atalaia do Norte, Amazonas, Brasil, 15 de junho de 2022
Policiais federais conduzem um dos suspeitos presos acusados do homicídio do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, Atalaia do Norte, Amazonas, Brasil, 15 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 15.06.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (15), a TV Globo afirmou, citando fontes da Polícia Federal, que dois suspeitos teriam confessado os assassinatos do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira. Ainda não há confirmação oficial.
Conforme publicou o portal G1, as fontes disseram que os irmãos Oseney da Costa de Oliveira e Amarildo da Costa Oliveira teriam confessado o crime. Ambos estão presos, no âmbito de investigações sobre o desaparecimento do indigenista e do jornalista.
Pereira e Phillips são procurados desde o dia 5, quando desapareceram na região do Vale do Javari, no Amazonas. A região fica localizada no extremo oeste do estado, perto da fronteira com o Peru.
O indigenista e o jornalista desapareceram quando faziam o trajeto entre a comunidade ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte, onde visitariam uma equipe de vigilância indígena, próximo ao Lago do Jaburu.
© AFP 2022 / Joao LaetEntão colaborador do jornal The Guardian, jornalista britânico Dom Phillips percorre a Amazônia, em 16 de novembro de 2019
Colaborador do jornal The Guardian, jornalista britânico Dom Phillips percorre a Amazônia em 16 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 15.06.2022
Então colaborador do jornal The Guardian, jornalista britânico Dom Phillips percorre a Amazônia, em 16 de novembro de 2019
O governo brasileiro tem sofrido críticas pela resposta ao caso e pela postura em relação às instituições responsáveis por fiscalizar a região, como a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).
O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse mais cedo em entrevista ao canal de Leda Nagle que Phillips era "malvisto" na região. "Esse inglês era malvisto na região porque ele fazia muita matéria contra garimpeiro, questão ambiental", disse. Bolsonaro também sugeriu que o jornalista teria sido negligente com a própria segurança.
O caso ganhou repercussão internacional e vem sendo denunciado pela mídia britânica. Phillips era colaborador do jornal The Guardian. Mais cedo, o tema foi discutido no Parlamento do Reino Unido após intervenção da ex-primeira-ministra Theresa May, que recebeu apoio do atual premiê, Boris Johnson. O líder britânico se disse "muito preocupado" e afirmou que Londres trabalha com as autoridades brasileiras para resolver o caso.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала