Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Turquia e Israel prometem 'expandir cooperação econômica e civil'

© AP Photo / Mahmoud IlleanO ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Çavusoglu, ao centro, durante visita ao complexo da Mesquita Al Aqsa, na Cidade Velha de Jerusalém, em 25 de maio de 2022
O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Çavusoglu, ao centro, durante visita ao complexo da Mesquita Al Aqsa, na Cidade Velha de Jerusalém, em 25 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 25.05.2022
Nos siga noTelegram
Durante uma rara visita a Israel nesta quarta-feira (25), o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, prometeu melhorar as relações entre os dois países.

"Estamos determinados a aumentar nosso volume de comércio e cooperação econômica. É mutuamente benéfico", disse Cavusoglu, primeiro alto funcionário turco a visitar Jerusalém em 15 anos.

O volume de acordos bilaterais entre as nações ultrapassou a marca de US$ 8 bilhões (cerca de R$ 38,59 bilhões) em 2021.

"Concordamos em trazer novas sinergias para nossas relações bilaterais em muitos campos e estabelecer diferentes mecanismos a partir de agora", acrescentou o ministro.

O homólogo de Çavusoglu, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, comemorou o encontro, observando que os dois países sempre mantiveram relações amigáveis desde que a Turquia se tornou a primeira nação muçulmana a reconhecer Israel em 1949.
"Nações com longas histórias sempre sabem fechar um capítulo e abrir um novo. É isso que estamos fazendo aqui hoje", disse Lapid.
© AFP 2022 / Debbie HillO ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, fala durante uma coletiva de imprensa no Ministério das Relações Exteriores em Jerusalém, em 24 de abril de 2022
O ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, fala durante uma coletiva de imprensa no Ministério das Relações Exteriores em Jerusalém, em 24 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 25.05.2022
O ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, fala durante uma coletiva de imprensa no Ministério das Relações Exteriores em Jerusalém, em 24 de abril de 2022. Foto de arquivo
Apesar do encontro, nenhuma das autoridades mencionou o retorno de embaixadores aos países.
A Turquia expulsou o embaixador israelense em maio de 2018 em resposta ao uso de força letal de Israel contra palestinos, em Gaza, que se manifestavam próximo à fronteira, em um movimento chamado de Grande Marcha de Retorno.
Entre o início das manifestações, em março de 2018, até seu fim, em dezembro de 2019, 223 habitantes de Gaza foram mortos por atiradores israelenses e mais de 9.200 ficaram feridos por tiros, gás lacrimogêneo ou estilhaços, segundo a ONG israelense de direitos humanos B'Tselem. Em resposta à decisão, Israel também expulsou o enviado turco em Tel Aviv.
Da esquerda para a direita, Abdullatif al-Zayani, primeiro-ministro das Relações Exteriores do Bahrein; Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel; Donald Trump, presidente dos EUA, e Abdullah bin Zayed, primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos (EAU), durante cerimônia de assinatura dos acordos de Abraão, tratados de paz mediados por Washington e assinados entre Tel Aviv, Manama e Dubai, em Washington, EUA, 15 de setembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 25.05.2022
Panorama internacional
EUA estariam mediando acordo para normalizar relações entre Arábia Saudita, Egito e Israel
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала