Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Terminada desminagem do porto de Mariupol, anuncia Ministério da Defesa da Rússia

© Sputnik / Sergei AverinGuindastes portuários no porto comercial de Mariupol, foto publicada em 19 de abril de 2022
Guindastes portuários no porto comercial de Mariupol, foto publicada em 19 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia comunicou que foi terminada a tarefa de desminagem do porto de Mariupol, onde foram encontrados mais de 12.000 objetos explosivos.
Sapadores russos acabaram de desminar o porto de Mariupol, informou na terça-feira (24) o Ministério da Defesa da Rússia.

"Os especialistas da Frota do Mar Negro e das forças de engenharia terminaram a desminagem do território do porto de Mariupol. Durante a desminagem foram examinadas 134 estruturas. Foram detectados e desarmados mais de 12.000 objetos explosivos e unidades de armamentos deixados pelos combatentes ucranianos", indica o comunicado.

O ministério detalhou que os sapadores libertaram os canais de entrada e áreas aquáticas internas de navios naufragados e outros obstáculos à navegação, tendo sido observados mais de 1,5 milhão de metros quadrados, 18 cais e 32 navios.
Siderúrgica Azovstal, em Mariupol - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Panorama internacional
Ministério da Defesa da Rússia anuncia controle total do território de Azovstal, em Mariupol
Entre outras coisas, os profissionais da Frota do Mar Negro transportaram desde o canal de navegação do porto de Mariupol um navio de patrulha fronteiriça ucraniano afundado por militantes do Batalhão Azov e içaram dois guindastes flutuantes.
Nos últimos meses forças nacionalistas ucranianas foram cercadas em Mariupol por militares da Rússia e das repúblicas populares de Donbass. Os últimos combatentes ucranianos, do Batalhão Azov neonazista, que se refugiaram na siderúrgica Azovstal, depuseram as armas entre 16 e 20 de abril.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала