Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA consideram apoio adicional de US$ 4 bilhões para investimentos na Índia, diz governo indiano

© AFP 2022 / Jamie McCarthyA bandeira nacional da Índia é hasteada na Times Square para marcar o Dia da Independência da Índia em 15 de agosto de 2020
A bandeira nacional da Índia é hasteada na Times Square para marcar o Dia da Independência da Índia em 15 de agosto de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 23.05.2022
Nos siga noTelegram
De acordo com a administração de Narendra Modi, a Corporação Financeira de Desenvolvimento Internacional dos EUA quer oferecer a quantia para impulsionar investimento e desenvolvimento no país asiático.
Washington está considerando "apoio ao investimento" de US$ 4 bilhões (R$ 19,2 bilhões) para a Índia, além de bilhões de dólares concedidos anteriormente, disse o governo indiano nesta segunda-feira (23) depois que os dois lados assinaram um acordo para manter esse dinheiro fluindo, informou a Reuters.

"Propostas no valor de US$ 4 bilhões [R$ 19,2 bilhões] estão sendo consideradas pela Corporação Financeira de Desenvolvimento Internacional dos EUA [DFC, na sigla em inglês] para fornecer apoio ao investimento na Índia", disse o Ministério das Finanças indiano.

De acordo com a mídia, a DFC e suas agências antecessoras forneceram à Índia US$ 5,8 bilhões (R$ 28,7 bilhões), dos quais US$ 2,9 bilhões (R$ 13,9 bilhões) foram destinados para fabricação de vacinas COVID-19, saúde, energia renovável, inclusão financeira e infraestrutura.
Na semana passada, foi divulgado pela Bloomberg que os EUA estão planejando enviar um pacote de assistência militar ao país asiático de US$ 500 milhões (R$ 2,4 bilhões) com o objetivo de reduzir a dependência indiana das armas russas, conforme noticiado.
© AFP 2022 / Saul LoebO primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, o presidente dos EUA, Joe Biden, e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, participam do Marco Econômico Indo-Pacífico para a Prosperidade na Izumi Garden Gallery, em Tóquio, em 23 de maio de 2022
O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, o presidente dos EUA, Joe Biden, e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, participam do Marco Econômico Indo-Pacífico para a Prosperidade na Izumi Garden Gallery, em Tóquio, em 23 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 23.05.2022
O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, o presidente dos EUA, Joe Biden, e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, participam do Marco Econômico Indo-Pacífico para a Prosperidade na Izumi Garden Gallery, em Tóquio, em 23 de maio de 2022
Hoje, Washington e Nova Deli participaram com outros países do Marco Econômico Indo-Pacífico para a Prosperidade (IPEF, na sigla em inglês). No encontro, o presidente dos EUA, Joe Biden, fechou parceria comercial com 12 nações da região, segundo o The Financial Times, e prometeu resposta militar caso a China invada Taiwan.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала