França implanta sistema antimísseis Mamba na Romênia como parte do reforço do flanco leste da OTAN

© AP Photo / Mindaugas KulbisSoldados da França integrando tropas da OTAN
Soldados da França integrando tropas da OTAN - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quinta-feira (19), a França anunciou ter implementado um sistema antimísseis de última geração SAMP/T, conhecido entre as tropas francesas como Mamba, no território da Romênia, onde atualmente estão estacionadas forças da OTAN.

"Operado por 100 aviadores, o sistema terra-ar de médio alcance Mamba [...] pode fornecer uma bolha de proteção em benefício das forças que operam na região", ressalta o Estado-Maior francês, acrescentando que este sistema está conectado mediante uma rede de dados táticos tanto com o sistema de defesa romeno como com o da OTAN, a fim de "satisfazer as necessidades de Defesa Aérea e Antimísseis Integrada" da aliança militar.

Além disso, segundo o comunicado, citado pela mídia local, este estacionamento "demonstra a capacidade e a vontade da França de proteger os seus interesses e os dos seus aliados na Europa, bem como reforça a parceria estratégica que a liga à Romênia desde 2007, especialmente no domínio da defesa terra-ar".
Um parceiro solidário e confiável, a França está implantando o sistema de defesa terra-ar Mamba na Romênia como parte do fortalecimento da postura dissuasiva e defensiva da OTAN em seu flanco oriental. Nós somos a OTAN
O porta-voz do Estado-Maior, Pascal Ianni, detalhou que esta é "a primeira missão" do sistema Mamba que "se destina sobretudo a proteger a base aérea da OTAN", onde se encontram alguns milhares de soldados.
Junto com o sistema Mamba, as Forças Armadas francesas lançaram um Centro de Gestão de Defesa em terceira dimensão (CMD3D), que permite controlar o sistema antimísseis terra-ar.
Atualmente, cerca de 500 soldados franceses estão estacionados no território romeno, enviados pelo país em 26 de fevereiro como contingente de emergência, alternando com o Exército da Bélgica e dos Países Baixos. De acordo com o Estado-Maior francês, este grupo de militares "é um dos quatro batalhões adicionais implantados pela OTAN no flanco oriental da Europa" em conjunto com a Eslováquia, Hungria e Bulgária.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала