Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Fim do embargo? EUA aprovam retomada das operações de empresas petrolíferas na Venezuela

© AP Photo / Ariana CubillosPresidente venezuelano, Nicolás Maduro, mostra memorando assinado durante negociações com oposição, em Caracas, Venezuela, 16 de agosto de 2021
Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, mostra memorando assinado durante negociações com oposição, em Caracas, Venezuela, 16 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos permitiram que empresas petrolíferas norte-americanas e europeias retomassem o trabalho na Venezuela, disse Delcy Rodríguez, vice-presidente venezuelana, nesta terça-feira (17).
Delcy Rodríguez foi às redes sociais para confirmar as informações preliminares de que os EUA retomariam suas atividades petrolíferas na Venezuela.
O governo bolivariano da Venezuela verificou e confirmou a notícia publicada de que os Estados Unidos da América autorizaram as companhias petrolíferas norte-americanas e europeias a negociar e reiniciar as operações na Venezuela.
Ela também falou sobre a recuperação econômica no país (que apresenta inflação em queda e taxa de câmbio estável) e denunciou "as sanções ilegítimas e o bloqueio desumano" implementados pelos EUA contra a Venezuela nos últimos anos.
Mais cedo, autoridades dos EUA disseram que, se houver progresso, pode haver uma oportunidade de envolvimento do país com o governo de Nicolás Maduro.
Também foi dito que o governo do presidente venezuelano e a oposição retomarão em breve o diálogo político. Dependendo dos resultados, Washington poderá ajustar sua política de sanções para aumentar ou diminuir sua pressão.
O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, durante coletiva de imprensa. - Sputnik Brasil, 1920, 12.03.2022
Panorama internacional
EUA estão dispostos a 'reconsiderar' algumas sanções contra Venezuela mas sob condições específicas
Nos últimos meses, ante a escassez de petróleo no mundo, foi relatado que os EUA decidiram retomar as negociações com a Venezuela.
A iniciativa ocorre em meio às rígidas sanções impostas aos fornecedores de energia russos. Em março, EUA e Venezuela discutiram a possibilidade de afrouxar as sanções petrolíferas contra Caracas, mas não conseguiram fazer progressos significativos.
Washington introduziu o primeiro pacote de restrições contra a Venezuela em 2015, citando "violações de direitos humanos". As sanções foram estendidas após a chegada de Joe Biden ao governo.
Os EUA, com vários outros países ocidentais, não reconheceram a reeleição do presidente Nicolás Maduro e endossaram Juan Guaidó, da oposição, como "chefe de Estado interino".
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, dirige-se à multidão durante um comício do governo para marcar o Dia da Juventude, em Caracas, Venezuela, 12 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.03.2022
Panorama internacional
Maduro confirma reativação de diálogo com EUA e que Venezuela pode ampliar produção de petróleo
Em março deste ano, Maduro destacou que seu governo estava conversando com os parceiros da OPEP+ (Organização dos Países Exportadores de Petróleo e países associados), que decidiram continuar com o aumento planejado na produção de petróleo em 400 mil barris diários, desde abril.
Ele disse que a Venezuela "sempre estará na vanguarda das iniciativas para estabilizar o mercado de petróleo, o mercado de gás e o mercado de energia".
Em dezembro de 2020, o Ministério do Petróleo da Venezuela anunciou que pela primeira vez desde 2018 a produção de petróleo do país ultrapassou um milhão de barris.
Vale lembrar que, em novembro de 2020, o Tesouro dos EUA aprovou uma licença que obrigava a liquidação de atividades de empresas norte-americanas na Venezuela.
As petrolíferas foram proibidas de perfurar solo na Venezuela e levantar, comprar ou processar petróleo ou produtos petrolíferos de origem venezuelana.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала