Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Chechênia mostra documentos apreendidos de 7 mercenários dos EUA mortos em Donbass (FOTO)

© Foto / Cytis/PixabayPassaporte americano (imagem referencial)
Passaporte americano (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2022
Nos siga noTelegram
Assistente do líder da Chechênia revelou documentos de um mercenário conhecido como Clark e outros seis norte-americanos.
Joseph Ward Clark, natural de Washington, e outros seis cidadãos norte-americanos que lutaram ao lado da Ucrânia na região de Donbass, tiveram seus documentos apreendidos pelas forças da Chechênia em Donbass.
As informações foram confirmadas por Apty Alaudinov, assistente do chefe da Chechênia, que enviou fotos da documentação dos mercenários dos EUA à Sputnik.
"O cidadão norte-americano de que estamos falando, Joseph Ward (Clark), se opôs a nós na fábrica de Dye, e tentou resistir", disse Alaudinov, que relatou ainda que os mercenários "deixaram para trás um Javelin" (sistema de mísseis antitanque portátil americano), além de documentos e armas.
Ele acrescentou que Joseph Ward Clark e os outros seis cidadãos norte-americanos foram mortos em uma fábrica de tintas na cidade de Rubizhne.
Pelas informações da foto publicada pela RIA Novosti, Clark nasceu em 1987, em Washington. O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, nega a morte do mercenário, e disse que ele estava vivo e seguro.
Militar inspeciona quartel de unidade de artilharia abandonada pelas Forças Armadas da Ucrânia em Berdyansk - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2022
Panorama internacional
Atirador de elite canadense descreve realidade militar dos mercenários na Ucrânia
Rubizhne tem uma população, antes do início das hostilidades, que ultrapassava 55 mil pessoas.
Desde o início da operação especial russa para desmilitarizar a Ucrânia, houve batalhas pelo controle da cidade.
No final de abril, as forças da República Popular de Lugansk confirmaram que a cidade estava sob o seu controle.
Atualmente, a região não tem gás, eletricidade ou abastecimento de água, e seus habitantes carecem de medicamentos e outros itens essenciais.
© Sputnik / Aleksandr GalperinPrédio médico em ruínas em Rubizhne, foto publicada em 2 de maio de 2022.
Prédio médico em ruínas em Rubizhne, foto publicada em 2 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2022
Prédio médico em ruínas em Rubizhne, foto publicada em 2 de maio de 2022.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала