Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Embaixador russo: EUA viram situação 'de cabeça para baixo' acusando Rússia pela crise alimentar

© AP Photo / Alexander ZemlianichenkoAnatoly Antonov, embaixador russo nos EUA, em Moscou, na Rússia, no dia 20 de julho de 2018
Anatoly Antonov, embaixador russo nos EUA, em Moscou, na Rússia, no dia 20 de julho de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2022
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos deliberadamente invertem a situação atual ao dizerem que a crise alimentar é resultado das ações russas na Ucrânia, afirmou na quarta-feira (11) o embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov.

"Os Estados Unidos deliberadamente viram a situação atual 'de cabeça para baixo'. As autoridades de Kiev minam zonas aquáticas dos portos, obstaculizando os navios de fornecer produtos alimentícios e outros itens nos países. Ao mesmo tempo, nossas tentativas de consertar a abertura dos corredores humanitários até hoje permanecem despercebidas", diz o comunicado de Antonov divulgado pela missão diplomática.

O diplomata notou que Washington "é obstinada em não responder pelas suas falhas econômicas externas", afirmando que as restrições impostas à Rússia não prejudicam o fornecimento de alimentos e fertilizantes.

"Pelo visto, as tentativas de isolar o sistema financeiro russo e minar as possibilidades do setor de transporte não contam", acrescentou o diplomata russo.

Ao resumir, ele ressaltou que Moscou "está profundamente preocupada com a situação atual nos mercados alimentares internacionais".
Bandeiras de Brasil, Rússia e EUA no Centro de Controle de Missão RKA da Agência Espacial Federal da Rússia, Roscosmos, na cidade de Koroliov, região de Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 11.05.2022
Panorama internacional
Especialista explica interesse dos EUA pelo Brasil: 'Isolar a Rússia passou a ser mais importante'
Nesse contexto, de acordo com suas palavras, a Rússia tenta continuar cumprindo devidamente os seus compromissos com os contratos de exportação de fertilizantes e produtos agrícolas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала