Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Forças naval e aérea da China conduzem manobras nas águas a leste e sudoeste de Taiwan

© AP Photo / Kin CheungMilitares chineses durante cerimônia em Hong Kong
Militares chineses durante cerimônia em Hong Kong - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2022
Nos siga noTelegram
O Comando do Teatro Oriental do Exército de Libertação Popular (ELP) da China realizou exercícios militares nas águas a leste e sudoeste da costa da ilha de Taiwan.
De acordo com o Ministério da Defesa da China, as manobras, que ocorreram entre os dias 6 e 8 de maio, contaram com a participação das forças naval e aérea.
Além disso, informou que, durante as manobras, as forças chinesas elevaram a preparação de combate dos diferentes tipos de tropas em operações de armas combinadas.
Ao todo, participaram 31 aeronaves militares chinesas, incluindo bombardeiros, aviões antissubmarino e helicópteros Ka-28.
Marinheiros americanos designados para o destróier de classe Arleigh Burke, USS John S. McCain, abaixam o mastro enquanto o navio se dirige para uma patrulha de rotina na região Indo-Ásia-Pacífico - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2022
Panorama internacional
China: depois da Ucrânia, EUA tentarão abrir 2º campo de batalha e estender conflito à Ásia-Pacífico
Taiwan, reivindicada pela China como seu próprio território, está realizando um programa de modernização militar, com apoio total dos EUA, para melhorar sua capacidade de se defender de um ataque chinês, inclusive com armas de precisão como mísseis.
A ilha é governada por sua própria administração desde que a guerra civil terminou na China continental, em 1949. Pequim afirma ser a favor de uma reunificação pacífica, mas prometeu retaliar se Taipé se declarar formalmente independente. Vale destacar que Pequim tem alertado Washington contra armar a ilha, pois considera tal interferência uma violação do princípio de Uma Só China e intromissão em seus assuntos domésticos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала