Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Alta dos preços dos alimentos bate recorde nos EUA após sanções contra Rússia, diz mídia

© AFP 2022 / JUSTIN SULLIVANCarnes na vitrine de um supermercado na Califórnia
Carnes na vitrine de um supermercado na Califórnia - Sputnik Brasil, 1920, 27.04.2022
Nos siga noTelegram
O jornal The Washington Post informou que a crise na Ucrânia está batendo à porta dos EUA, fazendo com que a alta dos preços dos alimentos atingisse um valor histórico desde o princípio da década de 1980.
"No início da semana, os futuros do milho na bolsa de valores de Chicago superaram oito dólares por bushel, batendo um recorde de quase uma década", informou o jornal.
De acordo com a mídia norte-americana, o presidente Joe Biden havia prometido permitir a venda de gasolina com alto teor de etanol até o verão norte-americano, o que antes era proibido devido à poluição do ar.
Esta ação também contribuirá para o aumento dos preços, já que o milho é usado na fabricação do etanol.
Cédula de 100 dólares rasgada. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2022
Panorama internacional
Sanções sem precedentes dos EUA contra Rússia podem minar domínio do dólar, diz colunista
Atualmente, 60% dos custos associados à criação de gado, ou seja, da carne suína, bovina e aves, além de peixes, correspondem à sua alimentação.
Outro fator que contribui para a alta dos preços, inclusive da carne, são os fertilizantes, que é um importante fornecedor de dióxido de carbono usado no abate dos animais, segundo o especialista Grady Ferguson, citado pelo WP.
Além destes fatores, a mídia ainda cita a gripe aviária, a seca na Califórnia e o trânsito difícil na fronteira com o México.
Barcos no Antigo Porto de Marselha, França, 9 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.04.2022
Panorama internacional
Sanções saem pela culatra com custos da retenção de navios russos em portos da França
Ainda vale ressaltar que, após o início da operação russa na Ucrânia, os EUA proibiram o fornecimento dos recursos energéticos russos, fazendo com que os preços começassem a disparar no país.
Além disso, nos Estados Unidos foi registrado um aumento dos custos dos produtos alimentícios.
De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, no final de março os preços dos produtos tiveram uma alta de 8,5%, o maior aumento desde dezembro de 1981.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала