Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Recente pesquisa confirma descoberta de 'rocha mais quente da Terra' encontrada em cratera (FOTO)

CC BY-SA 3.0 / Shane.torgerson / CrateraCratera no estado do Arizona (EUA) surgida em resultado da queda de um meteorito (imagem referencial)
Cratera no estado do Arizona (EUA) surgida em resultado da queda de um meteorito (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 18.04.2022
Nos siga noTelegram
Em 2011, o pesquisador da Universidade de Ontário Ocidental Michael Zanetti e seus colegas encontraram uma rocha de vidro que continha pequenos grãos de zircônia na cratera do lago Mistastin.
Mais tarde essa rocha foi analisada e descobriu-se que foi formada a uma temperatura de 2.370 graus Celsius em consequência de impacto de um asteroide.
No recente estudo, em que foram usadas amostras coletadas entre 2009 e 2011, os pesquisadores conseguiram encontrar mais quatro grãos de zircônia, o que confirmou a veracidade da descoberta de 2011. Zircônia é um mineral duro conhecido como substituto para diamantes.
Os cientistas também localizaram e encontraram evidências, em um local diferente dentro da mesma estrutura de impacto, que a rocha derretida, ou seja, formada após a rocha e o solo derreterem em líquido na sequência de impacto de um meteorito, foi superaquecida de forma diferente em mais de um local a um nível maior do que o teorizado anteriormente.
Cientistas confirmam descoberta da "rocha mais quente da Terra".

"A maior implicação é que estamos tendo uma percepção muito melhor de quão quentes são estas rochas derretidas pelo impacto que se formaram inicialmente quando o meteorito atingiu a superfície, e isso nos dá uma ideia muito melhor do derretimento e como ele esfriou nesta cratera em particular", disse Gavin Tolometti, estudante de pós-doutorado da Universidade de Ontário Ocidental.

"Isto também pode nos dar uma percepção para estudar a temperatura e o derretimento em outras crateras de impacto", acrescentou, escreve portal Sci-News.
De acordo com a equipe, esta é a primeira vez que reidites – um mineral formado quando zircônia passa por alta pressão e temperatura – foram descobertas no local de Mistastin. A pesquisa foi publicada na revista Earth and Planetary Science Letters.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала