Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia identifica espionagem da OTAN em celulares russos e desenvolve contramedidas

© SputnikOficial russo usa celular na Praça Vermelha (foto de arquivo)
Oficial russo usa celular na Praça Vermelha (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 15.04.2022
Nos siga noTelegram
De acordo com autoridade do Ministério da Defesa russo, os especialistas do Ocidente podem, com o sistema de espionagem, não só ouvir ligações como também ler mensagens de texto e enviar mensagens falsas.
Nesta sexta-feira (15), o chefe das Tropas de Guerra Eletrônica, tenente-general Yuri Lastochkin, afirmou que os serviços de inteligência da OTAN implantaram um sistema que lhes permite ouvir ou bloquear as comunicações de celulares russos, forçando Moscou a criar contramedidas.

"O uso generalizado de sistemas de comunicações celulares para apoiar as atividades do Ministério da Defesa russo e vários órgãos do poder Executivo contribuíram para a formação de uma nova área de atuação da inteligência estrangeira. Já hoje, os serviços especiais dos países da OTAN estão usando ativamente estações base falsas para conectar à força os assinantes de celular. Ao fazê-lo, os especialistas desses serviços têm a oportunidade não apenas de ouvir telefones celulares e visualizar mensagens de texto, mas também bloquear seletivamente assinantes e enganá-los enviando mensagens falsas", disse o oficial em entrevista ao jornal Krasnaya Zvezda.

Para combater a ameaça, especialistas do Centro de Pesquisa de Tropas de Guerra Eletrônica estão desenvolvendo tecnologia para interromper esse acesso não autorizado, disse Lastochkin.
"O sistema detecta a estação base falsa, determina sua localização, bloqueia o canal técnico pelo qual a informação vaza e restabelece a comunicação com uma estação base legítima de uma operadora de celular do padrão 2G, 3G ou 4G", explicou.
Ao mesmo tempo, um operacional semelhante está sendo desenvolvido para o 5G, observou o tenente-general. A ideia é que o uso do sistema aumente significativamente a segurança das instalações críticas do Ministério da Defesa contra espionagem estrangeira.
 Ilustração de smartphone com o site da empresa israelense NSO Group, desenvolvedora do spyware Pegasus, Paris, 21 d julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 04.12.2021
Panorama internacional
Spyware de empresa israelense foi usado para hackear celulares de 11 diplomatas dos EUA, segundo WP
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала