Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Mídia americana pede aos EUA menos gastos com defesa e mais diálogo

© AFP 2022 / Nikolay DoychinovMilitares norte-americanos
Militares norte-americanos - Sputnik Brasil, 1920, 12.04.2022
Nos siga noTelegram
O think tank norte-americano Responsible Statecraft publicou um artigo pedindo menos armas e mais diálogo aos EUA.
A mídia destacou que a administração Biden está elevando absurdamente os gastos com armas e defesa, tanto que é esperado um aumento anual de 4% até 2025 no orçamento da Defesa.
Mostrando sua indignação, a mídia americana cita que, em vez de elevar os gastos com armas, a administração Biden deveria capacitar seus aliados e parceiros a alcançar os objetivos de segurança comum.
Entrega dos 20 veículos ASV M1117 por parte dos EUA ao Exército da Colômbia - Sputnik Brasil, 1920, 12.04.2022
Panorama internacional
Colômbia recebe 40 blindados enviados pelos EUA para 'fortalecer capacidades operacionais' (VÍDEO)
Biden segue transmitindo a "falsa ideia" de que quanto maior o gasto com defesa, maior será a quantidade de empregos, contudo a mídia destaca que um gasto de US$ 1 bilhão (R$ 4,64 bilhões) em áreas como saúde, educação e energia limpa garante mais empregos do que o mesmo valor gasto com a defesa.
Ao contrário do "falso argumento" de Biden, todo este dinheiro gasto com a defesa apenas prejudica a economia do país e causa maior desconfiança no mercado econômico americano, além de aumentar a inflação no país. Tanto é que 42% dos americanos têm uma condição de vida econômica "ruim", segundo o think tank.
Destróier americano USS Porter lança míssil Tomahawk no mar Mediterrâneo (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 12.04.2022
Panorama internacional
EUA usam 'ameaça chinesa' como pretexto para expandir seu próprio arsenal nuclear, diz mídia
Diante de um cenário trágico que está por vir na economia americana, a administração Biden deveria melhorar a paridade do poder de compra dos militares americanos, e somente depois capacitar seus parceiros e aliados.
Sem contar que um grande número de parceiros e aliados dos EUA não têm condições próprias para se manterem e precisam receber investimentos americanos, tornando toda esta estratégia ineficiente e dispendiosa.
A mídia conclui afirmando que todo este esforço e gasto dos EUA é vão e não ajudará a lidar com a China ou a Rússia, mas sim causará ainda mais problemas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала