Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA vão anunciar R$ 3,5 bilhões a mais em armas à Ucrânia, dizem autoridades

© AP Photo / LM OteroPresidente dos EUA, Joe Biden, discursa durante visita ao Texas, EUA, 8 de março de 2022.
Presidente dos EUA, Joe Biden, discursa durante visita ao Texas, EUA, 8 de março de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 12.04.2022
Nos siga noTelegram
O governo Biden vai anunciar nesta quarta-feira (13) mais 750 milhões de dólares (R$ 3,5 bilhões, aproximadamente) em assistência militar à Ucrânia, disseram duas autoridades norte-americanas à agência Reuters.
De acordo com a publicação, o equipamento será financiado por meio da Autoridade de Saque Presidencial (Presidential Drawdown Authority, PDA, em inglês), que permite ao presidente autorizar a transferência de artigos e serviços sem a aprovação do Congresso em resposta a uma emergência.
Um dos funcionários afirmou à Reuters que o governo norte-americano ainda está resolvendo os últimos detalhes sobre equipamentos para sacramentar a medida.
Ainda segundo a agência, um assessor do Congresso disse que o conjunto deverá contemplar sistemas de artilharia terrestre pesada, incluindo obuseiros.
Funcionários da Casa Branca não responderam a um pedido de comentário da agência.
Na semana passada, a Casa Branca informou que os EUA forneceram mais de 1,7 bilhão de dólares (cerca de R$ 7,95 bilhões) em assistência de segurança à Ucrânia desde o início da operação militar especial russa, em 24 de fevereiro.
© AP Photo / Efrem LukatskyMilitares ucranianos desembalam mísseis antitanque Javelin, entregues como parte da assistência de segurança dos Estados Unidos à Ucrânia, no aeroporto de Borispol, Ucrânia, 11 de fevereiro de 2022.
Militares ucranianos desembalam mísseis antitanque Javelin, entregues como parte da assistência de segurança dos Estados Unidos da América à Ucrânia, no aeroporto de Borispol, Ucrânia, 11 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 12.04.2022
Militares ucranianos desembalam mísseis antitanque Javelin, entregues como parte da assistência de segurança dos Estados Unidos à Ucrânia, no aeroporto de Borispol, Ucrânia, 11 de fevereiro de 2022.
A Rússia iniciou a operação militar com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Além disso, as Forças Armadas da Rússia têm acusado militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала