Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Senadores dos EUA pedem a Biden que aumente presença militar no Leste Europeu

© REUTERS / Alexander DragoJoe Biden, presidente americano, durante encontro sobre questões de saúde na Casa Branca, Washington, EUA, 18 de março de 2022
Joe Biden, presidente americano, durante encontro sobre questões de saúde na Casa Branca, Washington, EUA, 18 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2022
Nos siga noTelegram
Além da reiteração de que os Estados-membros da OTAN aumentem sua despesa militar para pelo menos 2% do PIB, o presidente dos EUA foi exortado a aumentar a presença militar nos Balcãs e o apoio militar à Ucrânia.
Um grupo de 11 membros do Grupo de Observadores da OTAN do Senado (SNOG, na sigla em inglês) dos EUA enviou na sexta-feira (18) uma carta listando cinco demandas ao presidente Joe Biden antes da cúpula da OTAN em Bruxelas, Bélgica, relata o jornal Politico.
O ponto principal é o aumento da despesa militar nos países da OTAN para pelo menos 2% do PIB. Já em 27 de fevereiro a Alemanha disse que procuraria atingir essa meta, enquanto a Eslovênia também prometeu fazê-lo na quarta-feira (16).
A segunda exigência aponta para um maior apoio à Ucrânia, incluindo em matéria de "equipamento militar para defender seus próprios céus", o que poderia ser entendido como a criação de uma zona de exclusão aérea no país, algo que tem sido rejeitado por Washington.
A terceira demanda insta a Aliança Atlântica a "reforçar sua presença no flanco oriental para dar garantias a todos os membros da OTAN do compromisso contínuo da aliança de defender 'cada centímetro' do território da OTAN", particularmente na Romênia e na região do mar Negro, "que a Rússia está usando livremente para atacar a Ucrânia".
Soldados do Batalhão de Suporte de Sustentação da 87ª Divisão do Exército dos EUA, Brigada de Sustentação da 3ª Divisão se alinham para embarcar em um avião fretado durante suaviagem à Europa, 11 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.03.2022
Panorama internacional
Stoltenberg: 100 mil soldados dos EUA estão na Europa em 'alerta maior'
A quarta ação recomendada é a OTAN se focar nos Bálcãs, que foram chamados a "área vulnerável" da Europa.
Já a quinta iniciativa a tomar seria fazer "uma parada adicional em um país da OTAN da Europa Oriental para transmitir um forte apoio dos EUA à região", sugerindo, em particular, a Romênia.
A cúpula de emergência da OTAN deve ser realizada na quinta-feira (24), sendo o objetivo principal assegurar a união na prestação de assistência à Ucrânia, e responder à operação especial da Rússia no país, segundo Jens Stoltenberg, secretário-geral da aliança. Klaus Iohannis, presidente da Romênia, disse que durante a cúpula insistiria em aumentar as forças da OTAN no seu país.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала