Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Apresentador dos EUA: Washington confirmou dados russos de laboratórios biológicos na Ucrânia

© Foto / Domínio público / Daniel SoñéFrascos em laboratório biológico (imagem referencial).
Frascos em laboratório biológico (imagem referencial). - Sputnik Brasil, 1920, 11.03.2022
Nos siga noTelegram
Um apresentador norte-americano abordou o tema de laboratórios biológicos ucranianos capturados por forças russas e questionou a versão de Washington de que não tinham aplicação militar.
Tucker Carlson, apresentador de televisão do canal norte-americano Fox News, disse na quinta-feira (10) que o governo dos EUA está mentindo sobre os laboratórios biológicos secretos na Ucrânia e que Washington confirma indiretamente que patrocinou as armas biológicas "mortíferas".
Na terça-feira (8), Victoria Nuland, subsecretária de Estado para Assuntos Políticos, testemunhou no Comitê de Relações Exteriores do Senado sobre a Ucrânia, com Carlson concluindo que "sob juramento, em uma audiência aberta do comitê, [ela] confirmou que a desinformação russa que eles nos têm dito durante dias ser mentira e uma teoria da conspiração é, de fato, total e completamente verdadeira".

"Você não ouve coisas assim todos os dias em Washington. Que momento alto do espetáculo, e uma dúzia de questões vêm imediatamente à cabeça. O que eles estão fazendo exatamente nesses laboratórios biológicos ucranianos secretos? A Ucrânia é o país mais pobre da Europa, muito dificilmente é um centro de pesquisa biomédica", comentou o apresentador dos EUA.

Tucker Carlson assumiu que "esses não eram laboratórios farmacêuticos, talvez não [estão] desenvolvendo novas drogas para leucemia".
"Da sua resposta, Toria Nurland, nós assumiríamos, porque você basicamente disse isso, que há uma aplicação militar nessa pesquisa, que eles estavam trabalhando em armas biológicas. Mais uma vez, sua resposta sugere isso", afirmou o membro da Fox News.
Um membro da Unidade de Escolta Técnica do Exército dos EUA (TSU, na sigla em inglês) demonstra um traje de proteção - Sputnik Brasil, 1920, 10.03.2022
Panorama internacional
Rússia: objetivo do Pentágono na Ucrânia era criação de mecanismo de disseminação de patógenos
A documentação obtida de laboratórios na Ucrânia em 24 de fevereiro sugere que patógenos perigosos, incluindo os do antraz, da cólera e da praga, foram destruídos no que aparentava ser um encobrimento de atividades que violavam a Convenção sobre as Armas Químicas e Biológicas, apontou Moscou.
Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, havia cerca de 30 laboratórios do gênero no território ucraniano seguindo ordens do Departamento de Defesa dos EUA. O órgão russo citou documentos obtidos e publicados na quarta-feira (9), que mostram que Viktor Lyashko, diretor do Ministério da Saúde da Ucrânia, ordenou que os laboratórios erradicassem amostras patogênicas antes da introdução da lei marcial no país.
Os militares russos também disseram que os documentos disponíveis confirmam muitos casos de transferência de amostras biológicas de cidadãos ucranianos para o exterior, com a possibilidade de criação de agentes infecciosos que podem afetar seletivamente vários grupos étnicos da população. Por essa razão, o Ministério da Saúde da Ucrânia teria enviado 350 recipientes com amostras de soro sanguíneo à Austrália e cerca de 1 mil à Alemanha.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала