- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Amorim se opõe a sanções contra Rússia e acredita que China poderia ajudar no diálogo com Putin

© AP Photo / Nelson AlmeidaO diplomata brasileiro, Celso Amorim, durante coletiva de imprensa no seminário "Ameças à Democracia e Ordem Multipolar", em São Paulo, em 13 de setembro de 2018.
O diplomata brasileiro, Celso Amorim, durante coletiva de imprensa no seminário Ameças à Democracia e Ordem Multipolar, em São Paulo, em 13 de setembro de 2018. - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2022
Nos siga noTelegram
Para Amorim, as sanções não dão resultados práticos e a longo prazo podem ser muito danosas não só para Moscou como para todo o mundo. Em sua interpretação, alguém que Putin escute deveria ser chamado para interlocução, por exemplo a China.
O ex-chanceler da gestão Lula, Celso Amorim, se posicionou contra a imposição de sanções à Rússia devido à operação militar especial que o país conduz na Ucrânia, segundo O Globo.
Na visão de Amorim, as sanções "não vão resolver nada" e só criarão "problemas para o mundo", ao mesmo tempo, o ex-chanceler acredita que deve haver abertura para o diálogo e que entre alguém que o presidente russo, Vladimir Putin, ouça, "como a China".
"Sou contra as sanções. Não vão resolver nada e criarão mais problemas para o mundo. O que tem que haver é a abertura do diálogo. Alguém que o presidente Vladmir Putin ouça precisa entrar nisso, talvez a China. Todos vamos ser afetados com o aumento de preços de fertilizantes, alimentos, entre outros itens. As sanções não estão dando resultados práticos, a não ser que o que se deseja é enfraquecer e desestabilizar Putin. Agora, tem que se responder, o que vem depois?", disse Amorim ao jornal.
O ex-ministro de Relações Exteriores está no México, acompanhando o ex-presidente Lula em uma viagem à capital do país. Também integram a comitiva o ex-ministro Aloizio Mercadante, a presidente do PT e deputada federal Gleisi Hoffmann e o senador Humberto Costa, segundo a mídia.
Nesta quarta-feira (2), Lula se encontrou com o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, e participou de um evento do partido de esquerda Morena onde discursou, conforme noticiado.
Chanceler Celso Amorim fala acerca de um acordo nuclear entre Brasil, Irã e Turquia em 2010 - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2022
Notícias do Brasil
Celso Amorim defende ida de Bolsonaro à Rússia para não mostrar 'submissão' aos EUA
Caro visitante, tendo em vista o risco de a Sputnik Brasil sofrer bloqueios na Internet, para você não perder nosso conteúdo se inscreva em nosso canal no Telegram.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала