- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Líder evangélico de Moro diz que governo Bolsonaro assedia pastores para impedir diálogo com ex-juiz

© Foto / Marcos Corrêa / Palácio do Planalto / CC BY 2.0Palavras do Presidente da República, Jair Bolsonaro (foto de arquivo)
Palavras do Presidente da República, Jair Bolsonaro (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 25.02.2022
Nos siga noTelegram
Segundo líder da ala evangélica da campanha de Sergio Moro, chefe do Executivo tenta distanciar o presidenciável do segmento e cometeu graves erros em sua gestão que o desqualificam como cristão, por exemplo, ter ido à Rússia.
Hoje, no Brasil, é praticamente impossível desenvolver uma discussão política sem considerar uma grande fatia dos eleitores: a comunidade evangélica.
Os presidenciáveis deste ano sabem disso, e já se articulam para ter a atenção e o voto deste grupo. O ex-presidente Lula escolheu o pastor Paulo Marcelo Schallenberger para dialogar com o segmento, já o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) optou por Uziel Santana, o advogado e fundador da Associação Nacional de Juristas Evangélicos no Brasil (ANAJURE), para ser o coordenador do núcleo evangélico na pré-campanha.
O presidente Jair Bolsonaro (PL) ainda não apresentou seu líder para esta parte dos eleitores, apesar de ter um representante bastante robusto em um cargo importantíssimo: o ministro André Mendonça, que tomou posse no Supremo Tribunal Eleitoral (STF) em meados de dezembro do ano passado.
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, no Palácio do Planalto, em Brasília, durante o lançamento do Projeto em Frente Brasil, que tem o objetivo de combater a criminalidade violenta nas cidades com maiores índices de homicídios. O evento aconteceu em 29 de agosto de 2019. - Sputnik Brasil, 1920, 13.12.2021
Notícias do Brasil
Bolsonaro reitera a evangélicos que vetará projeto que libera jogo de azar
No entanto, a gestão Bolsonaro já estaria se mexendo para dificultar a comunicação entre Moro e a bancada evangélica, segundo Santana.

"Nas Assembleias de Deus, o governo hoje só tem apoio explícito do Silas Malafaia. [...] Apesar de o governo estar assediando os grandes líderes para que não encontrem Moro, todos os pastores das grandes igrejas com quem tenho conversado concordam que não se pode depender de uma única via como Bolsonaro", disse o pastor em entrevista à Folha de São Paulo.

Santana relata que esteve com presidente algumas vezes, e acredita que seu governo tenha tido boas intenções, "mas entre a intenção e a realização encontramos graves erros", afirma.
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, gesticula durante cerimônia para a Modernização das Normas de Segurança e Saúde Ocupacional, no Palácio do Planalto em Brasília, Brasil 7 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.10.2021
Notícias do Brasil
Por que evangélicos estão deixando de apoiar Bolsonaro e quais seriam as consequências em 2022?
Ao ser questionado pelo jornal se Bolsonaro é "um bom cristão", o advogado rebateu que "evangélico ele não é" e que algumas posições tomadas pelo presidente "são completamente contra o ideário do cristianismo". Ao ser pedido um exemplo dessas posições, Santana respondeu "sua ida à Rússia e enfrentamento da pandemia".

"O exemplo mais recente: foi ir à Rússia e participar de uma solenidade a soldados [soviéticos] do regime que mais perseguiu cristãos na história da humanidade. Ou é mal assessorado ou não entende o papel dele como presidente. E tem também as posições que tomou na pandemia. A imensa parte da igreja evangélica não concordou", declarou.

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Instituto DataFolha e citada pela revista VEJA, um em cada três adultos no Brasil se identifica como evangélico.
Segundo o instituto, em 2020, os evangélicos representam 31% da população (mais de 65 milhões de pessoas). A adesão à religião evangélica no Brasil se dá predominantemente entre indivíduos das classes mais baixas; a maioria se filia as igrejas pentecostais e neopentecostais.
Em Belém do Pará, fiéis participam de culto evangélico da Assembleia de Deus com a presença do pastor Samuel Câmara, em 11 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 10.02.2022
Notícias do Brasil
Disputas entre evangélicos evidenciam diversidade política do segmento, explicam pesquisadoras
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала