Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Lugansk é alvo de explosões, relata correspondente da Sputnik

© AFP 2022 / Aleksey FilippovUm morador de Lugansk limpa detritos de casas, em 18 de fevereiro de 2022, em meio aos conflitos na região
Um morador de Lugansk limpa detritos de casas, em 18 de fevereiro de 2022, em meio aos conflitos na região - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2022
Nos siga noTelegram
A República Popular de Lugansk (RPL) foi alvo de duas fortes explosões, na noite desta sexta-feira (18), informou o correspondente da Sputnik na região. As autoridades de Donbass também relataram novos ataques de morteiro pelo Exército ucraniano na região.
Segundo as informações preliminares, foram registrados ao menos dois disparos de projéteis na República Popular de Lugansk (RPL) e outros sete no povoado de Zaitsevo, na República Popular de Donetsk (RPD).
Mais cedo, o centro de Donetsk também sofreu uma forte explosão, próximo ao edifício do governo local, informou o correspondente da Sputnik na região. A Milícia Popular de Donetsk confirmou a explosão.
Os edifícios próximos não foram danificados e ainda não há informações sobre vítimas, segundo o correspondente.
De acordo com relatos, o ataque teria sido contra o carro do chefe do Gerenciamento da Milícia Popular de Donetsk, o major-general Denis Sinenkov.
Em Lugansk, as autoridades também relataram ataques das forças ucranianas no território local. Já representantes da Milícia Popular da RPL informaram que o Exército ucraniano abriu fogo 29 vezes contra a república na quinta-feira (17).
De acordo com o representante da república de Lugansk, as forças ucranianas conduziram disparos de morteiros de 120 mm contra os povoados de Prishib e Zhelobok, controlados pela RPL, violando os Acordos de Minsk.

"O Exército da Ucrânia violou flagrantemente o cessar-fogo com uso de armamento pesado, que, segundo os Acordos de Minsk, não poderia ser utilizado", disse o representante da república de Lugansk.

Pessoas embarcam em ônibus organizados para evacuar moradores locais, na cidade de Donetsk, Ucrânia, 18 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2022
Panorama internacional
Putin ordena ajuda à região russa de Rostov em meio ao forte fluxo de refugiados de Donbass
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала