Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Revelada provável causa da queda de cultura nativa na América do Norte há 1.500 anos

© Foto / Pixabay / geraltCometa se aproximando da Terra (imagem referencial)
Cometa se aproximando da Terra (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 08.02.2022
Nos siga noTelegram
Pesquisadores nos EUA notaram a presença de vários elementos na área em que esteve presente há cerca de 2.000 anos a cultura de Hopewell e determinaram a provável razão de seu declínio.
A cultura norte-americana de Hopewell, surgida em cerca de 100 a.C., foi provavelmente eliminada pela queda de um cometa há 1.500 anos, segundo cientistas da Universidade de Cincinnati, Ohio, EUA, que analisaram 11 lugares em que ela esteve presente no estado de Virgínia.
A queda dos escombros, que foram identificados através de suas concentrações de irídio e platina, criou uma enorme explosão e eles se estenderam por três estados dos EUA, referiu a equipe de pesquisa em comunicado na última terça-feira (1º).
"Estes micrometeoritos têm uma impressão digital química. Eventos cósmicos como explosões aéreas de asteroides e cometas deixam para trás grandes quantidades de um elemento raro conhecido como platina", explicou Kenneth Tankersley, professor de antropologia da Universidade de Cincinnati.
Ele revelou que também foi encontrado irídio, outro elemento raro encontrado em eventos deste tipo. Isso permitiu excluir a origem vulcânica da platina. A descoberta de uma camada de carvão vegetal também sugeriu que a área esteve exposta ao fogo e calor extremos, sendo que estes elementos foram também encontrados em joias usadas pelos Hopewell. Além disso, uma das populações ergueu um monumento em forma de cometa.
Caverna (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 29.11.2021
Sociedade e cotidiano
Mistério da queda de civilização avançada na China há 4.300 anos é finalmente resolvido (FOTOS)
Além da evidência física, foram também obtidas histórias orais, com várias tribos algonquinas e iroquesas descendentes de Hopewell contando ainda hoje histórias semelhantes sobre o evento. Os resultados do estudo foram publicados na revista Scientific Reports.
"Os Miami falam de uma serpente chifruda que voou pelo céu e deixou cair pedras na terra antes de cair no rio. Quando você vê um cometa avançando pelo ar, ele se assemelharia a uma grande serpente. Os Shawnee referem uma 'pantera do céu' que tinha o poder de derrubar a floresta. Os Ottawa falam de um dia em que o sol caiu do céu. Quando um cometa atinge a termosfera, ele teria explodido como uma bomba nuclear", detalhou.
Tankersley comparou os relatos com a descrição que os russos deram de Tunguska, uma explosão que se abateu sobre a taiga siberiana oriental em 1908 e atingiu cerca de 80 milhões de árvores em uma área de 2.150 quilômetros quadrados. De acordo com novas teorias, tratou-se de um grande asteroide de ferro que entrou na atmosfera a uma altitude relativamente baixa e depois saiu novamente.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала