Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Colecionador descobre carta do século XVI enviada a famoso cabalista (FOTO)

© Foto / Pixabay / Free-PhotosCarta antiga (imagem referencial)
Carta antiga (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Nos siga noTelegram
A correspondência foi escrita por um homem não identificado chamado David, na mensagem ele pedia ajuda em uma angariação de fundos.
A descoberta foi divulgada nesta quinta-feira (3) em reportagem do The Jerusalem Post. A carta foi encontrada dentro de um livro.
O achado foi comemorado pela comunidade da escola de misticismo da Cabala, porque existem poucos registros do rabino Isaac Luria, também conhecido como ARI. O religioso morreu em 1572 sem seus pensamentos, filosofias e interpretações terem sido encontrados registrados em livros ou manuscritos.
© Foto / The National Library of Israel Carta do século XVI enviada ao rabino da Cabala
Carta do século XVI enviada ao rabino da Cabala - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Carta do século XVI enviada ao rabino da Cabala
ARI nasceu em Jerusalém e viveu a maior parte da sua vida na cidade de Safed, na região norte da província de Galileia, em Israel.
Os ensinamentos de ARI foram, em sua maioria, passados adiante por seus estudantes. Existem outros, poucos, artefatos que mencionam o religioso, porém nenhum nas condições da correspondência enviada por David.
Carta enviada 50 anos atrás continha bonecas de papel e desenho de rosa - Sputnik Brasil, 1920, 28.01.2022
Sociedade e cotidiano
Cartas perdidas são entregues depois de meio século de espera (FOTOS)
A carta enviada a ARI foi encontrada pelo colecionador Ezra Gorodesky, que morreu em janeiro de 2021. Gorodesky era um ávido colecionador e durante seis décadas fez diversas doações para a Biblioteca Nacional de Israel.

"Eu tenho uma doença muito rara: colecionar. Eu pensei que se eu doasse toda a minha coleção para a biblioteca eu estaria curado e não sentiria mais a necessidade de colecionar. Mas, curiosamente, no dia seguinte eu comprei um livro. Então acho que não existe cura", disse Gorodesky em conversa com representantes da Biblioteca Nacional de Israel, divulgada pelo The Jerusalem Post.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала