Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Austrália anuncia possível descoberta de destroços do navio de James Cook (VÍDEO)

© AFP 2022 / Saeed KhanRéplica do navio HMS Endeavour construída na Austrália
Réplica do navio HMS Endeavour construída na Austrália - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Nos siga noTelegram
O famoso navegador britânico é reconhecido por viagens ao Pacífico no século XVIII, ele foi o primeiro europeu a fazer contato com a costa leste da Austrália e o Havaí.
Na manhã desta quinta-feira (3), o diretor do Museu Marítimo Nacional Australiano (ANMM, na sigla em inglês), Kevin Sumption, anunciou que os restos da embarcação HMS Endeavour, o navio de James Cook, haviam sido encontrados na baía de Newport, no estado de Rhode Island, na costa nordeste dos Estados Unidos.

"Estou convencido de que esse é o local de descanso final de um dos mais importantes e controversos navios da história marítima australiana [...] Baseado em evidências de arquivo e arqueológicas, estou convencido de que é o Endeavour", afirmou Sumption durante discurso em Sidney, divulgado pela ABC Austrália.

Pouco mais de uma hora depois do comunicado australiano, a diretora do Projeto Arqueológico Marítimo de Rhode Island (RIMAP, na sigla inglês), Kathy Abbass, contestou o anúncio justificando que ainda são necessárias mais pesquisas para comprovar que o naufrágio encontrado é de fato o navio Endeavour.
© AFP 2022 / Australian National Maritime MuseumMergulhador inspeciona a área ao longo da costa de Newport, onde supostamente foi encontrado o navio Endeavour
Mergulhador inspeciona a área ao longo da costa de Newport, onde supostamente foi encontrado o navio Endeavour - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Mergulhador inspeciona a área ao longo da costa de Newport, onde supostamente foi encontrado o navio Endeavour
A equipe do RIMAP é a responsável pela pesquisa arqueológica nos Estados Unidos, na região onde desde 1999 diversos projetos buscam por naufrágios provenientes da Guerra da Independência dos Estados Unidos, no final do século XVIII.

"O que observamos no local do naufrágio que estamos estudando é consistente com o que pode ser esperado do Endeavour, mas ainda não foram encontradas provas indiscutíveis que aquele é o local onde está esse navio icônico, ainda existem muitas perguntas sem respostas que podem anular essa identificação", disse Abbass.

Ela completou dizendo que as conclusões precisam ser motivadas por "processos científicos apropriados e não pela emoção ou política australiana". Kathy Abbass acusou as autoridades do museu marítimo de quebrarem o contrato firmado entre as duas partes e informou que vai divulgar um relatório no website do projeto assim que os estudos terminarem.
Navio à deriva (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 15.01.2022
Panorama internacional
Navio 'fantasma' da China é encontrado na costa da Tailândia (VÍDEOS)
Em resposta às declarações do RIMAP, um dos especialistas do ANMM, Kieran Hosty, informou que o museu australiano enviou um relatório ao projeto norte-americano "há dez dias" e que discorda sobre suposta quebra de contrato, afirmando que o vínculo com o RIMAP "expirou em novembro do ano passado".

HMS Endeavour

É sabido que o HMS Endeavour foi usado pelo navegador britânico James Cook em sua missão à Oceania. A bordo do navio, o explorador mapeou o litoral de ilhas da região e foi o primeiro europeu a chegar à Austrália. Além disso, o HMS Endeavour realizou uma volta ao mundo sob o comando de Cook entre 1768 e 1771.
Logo após a aventura, o navio foi vendido e se converteu em uma embarcação destinada a levar prisioneiros da Guerra de Independência dos Estados Unidos. Em 1778, o navio foi afundado na baía de Newport em Rhode Island.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала