Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Prédio do governo na Guiné-Bissau ocupado por militares; presidente diz controlar situação (VÍDEOS)

© AP PhotoNa foto, de 21 de outubro de 2012, soldados caminham após uma tentativa fracassada de golpe, em Bissau, na Guiné-Bissau
Na foto, de 21 de outubro de 2012, soldados caminham após uma tentativa fracassada de golpe, em Bissau, na Guiné-Bissau - Sputnik Brasil, 1920, 01.02.2022
Nos siga noTelegram
Após cercarem o Palácio do Governo da Guiné-Bissau, militares do país invadiram o edifício, na tarde desta terça-feira (1º), e ordenaram a retirada das autoridades. Horas depois, o presidente do país garantiu que a situação havia sido controlada.
A Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) condenou o que chamou de "tentativa de golpe" na capital Bissau.
A partir das 15h no horário local (12h em Brasília), nesta terça-feira (1º), imagens e vídeos nas redes sociais registraram tiros contra o prédio, onde o presidente Umaro Sissoco Embaló e o primeiro-ministro Nuno Gomes Nabiam realizavam reunião com ministros do governo.
Nas imagens, era possível ver militares com rifles antitanque e metralhadoras do lado de fora do Palácio do Governo.
Neste momento, há uma tentativa de golpe na Guiné-Bissau. Há tiros ao redor do palácio presidencial, onde o presidente, Sissoco Embaló, se encontra com seu governo. Os militares estão tomando o parlamento à força.
Segundo a agência Lusa, militares entraram no edifício e expulsaram os ministros.
Porém, por volta das 19h no horário local (às 16h em Brasília), o presidente do país fez uma publicação em sua conta no Facebook, com uma imagem e uma mensagem, garantindo que a tranquilidade havia retornado ao país.
A calma retornou a Bissau!
Um pouco antes, o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, disse à emissora portuguesa RTP que as últimas informações que tinha eram "positivas" e que o presidente já estava de volta ao palácio. "Mas ainda não sabemos se o ataque acabou", afirmou ele, anteriormente.
Ainda não há informações sobre os motivos e as intenções do grupo.
A Guiné-Bissau é uma ex-colônia portuguesa que travou uma longa guerra de libertação, conquistando sua independência em 1974, após a Revolução dos Cravos em Lisboa, que derrubou o regime do chamado Estado Novo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала