- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

SP: fortes chuvas deixam ao menos 19 mortos, equipes de resgate atuam após deslizamento na Grande SP

© Foto / Rovena Rosa/Agência BrasilÔnibus joga água na calçada durante chuva na Avenida Paulista
Ônibus joga água na calçada durante chuva na Avenida Paulista - Sputnik Brasil, 1920, 30.01.2022
Nos siga noTelegram
Centro de Gerenciamento de Emergências alerta para alagamentos em todas as regiões desde 13h15 desde sábado (29). Além da capital, Cotia, Itapevi e Taboão da Serra são cidades mais impactadas na Grande São Paulo.
Desde o último sábado (29), a capital paulista entrou em estado de atenção por conta das fortes chuvas que atingiram a região possibilitando alagamentos e deslizamentos em áreas de risco.
De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a situação de atenção teve início às 13h15 em função do grande volume de chuvas.
O alerta, válido para as zonas Leste, Sul, Sudeste, Norte, Oeste e o Centro, também incluiu as marginais Pinheiros e Tietê.
A região metropolitana também registra chuva intensa neste início de fim de semana. As cidades com pontos mais intensos são Cotia, Itapevi e Taboão da Serra.
Desde a sexta-feira (28) até o início da tarde deste sábado (29), o Corpo de Bombeiros já registrou 82 chamados para quedas de árvores na capital paulista.
Em Várzea Paulista, no interior de SP, cinco pessoas da mesma família morreram. Em Franco da Rocha, quatro pessoas morreram. Na rua Jatobá no Jardim Pinheirinho, um deslizamento atingiu duas residências fazendo vítimas fatais em uma delas.
Em Embu das Artes, foram três mortes em uma mesma família após uma casa ser atingida por um deslizamento de terra, na madrugada deste domingo (30). Segundo informações da Guarda Civil Municipal (GCM), as vítimas são uma mulher de 45 anos, e dois filhos - um de 4 anos e outro de 21 anos. Outras quatro pessoas de 14, 16, 19 e 20 anos que viviam no imóvel conseguiram escapar com a ajuda de vizinhos.
Posteriormente, o número de mortos aumentou para 19, enquanto o portal Metropoles, citando o site MetSul, informa que esse número subiu para 24.
Foram interditadas 16 casas no local, mas algumas famílias insistem em retornar ao local de risco, de acordo com a Prefeitura.
O CGE recomenda medidas simples para amenizar os efeitos dos alagamentos, tais como evitar o trânsito em ruas alagadas, não enfrentar correntezas, permanecer em local seguro, ficar longe de rede elétrica e não parar embaixo de árvores.
Devido às fortes chuvas, a vacinação contra a COVID-19 foi extraordinariamente suspensa na cidade de São Paulo neste domingo (30) para segurança dos cidadãos, funcionários e também do procedimento de vacinação, de acordo com a Prefeitura.
A partir de segunda-feira (31), a vacinação contra a COVID-19 volta a acontecer nos megapostos e drive-thrus, das 8h às 17h, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Assistência Médica Ambulatorial/UBSs Integradas, das 7h às 19h. Ao público de 5 a 11 anos de idade, nas 470 UBSs, das 8h às 17h.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала