Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Berlim, temos um problema': posição alemã sobre crise na Ucrânia gera desconfiança dos EUA

© AFP 2022 / Christof StacheEm Munique, funcionários de uma companhia aérea trabalham em um aeroporto próximo de bandeiras da Alemanha e Estados Unidos, em 8 de novembro de 2021
Em Munique, funcionários de uma companhia aérea trabalham em um aeroporto próximo de bandeiras da Alemanha e Estados Unidos, em 8 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 28.01.2022
Nos siga noTelegram
A embaixadora da Alemanha nos Estados Unidos, Emily Haber, enviou uma carta ao Ministério das Relações Exteriores alemão, na qual descreveu que Washington começa a ver Berlim como um parceiro não confiável, disse a mídia alemã.
Conforme publicou o site Der Spiegel, a diplomata alemã ressaltou que a falta de confiança da Casa Branca se deve à posição reticente da Alemanha sobre as tensões entre Rússia e Ucrânia.
Haber afirmou à chancelaria de seu país que não apenas a mídia norte-americana, mas também o Congresso dos EUA, veem Berlim como uma barreira para as sanções contra a Rússia.
A recente decisão alemã de bloquear entregas de armas para a Ucrânia também é uma fonte de frustração para Washington, observou a embaixadora.

EUA acusam Berlim de querer 'gás barato' da Rússia

A carta de Haber começou com a frase "Berlim, temos um problema", enquanto a conclusão aponta que a postura de Berlim é explicada com o desejo de comprar ainda mais gás barato da Rússia.
Alemanha e Rússia são parceiros na construção do gasoduto Nord Stream 2, alvo de sanções econômicas e críticas de Washington desde o início do projeto.
© REUTERS / Maxim Shemetov Logo do projeto Nord Stream 2 em gasoduto exposto na fábrica de Chelyabinsk, Rússia, 26 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo)
Logo do projeto Nord Stream 2 em gasoduto exposto na fábrica de Chelyabinsk, Rússia, 26 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 28.01.2022
Logo do projeto Nord Stream 2 em gasoduto exposto na fábrica de Chelyabinsk, Rússia, 26 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo)
Nos últimos meses, o Ocidente e a Ucrânia acusaram a Rússia de concentrar tropas perto da fronteira ucraniana em suposta preparação para uma invasão, o que Moscou nega veementemente.
Apesar disso, o Kremlin enfatiza que a expansão da OTAN na região ameaça a segurança nacional russa e que a Rússia tem o direito de mover suas tropas dentro de seu próprio território.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала