Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Biden 'não faz ideia' por que americanos indagam sua aptidão mental e diz que não 'prometeu demais'

© AP Photo / Susan WalshO presidente Joe Biden faz uma pausa enquanto fala durante coletiva de imprensa na Sala Leste da Casa Branca, em Washington, quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
O presidente Joe Biden faz uma pausa enquanto fala durante coletiva de imprensa na Sala Leste da Casa Branca, em Washington, quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.01.2022
Nos siga noTelegram
Na quarta-feira (19), Biden deu sua segunda coletiva de imprensa mais extensa, um ano depois de ter sido empossado presidente. O chefe do Executivo dos EUA falou sobre uma ampla gama de assuntos, como pandemia, sua agenda legislativa, economia, desemprego e relações internacionais.
Durante sua última coletiva de imprensa, o presidente Joe Biden foi questionado sobre uma pesquisa do site Politico que alega que 49% dos americanos o consideram inadequado para o cargo em termos de saúde mental.
Em princípio, o presidente pareceu ignorar a pergunta, mas James Rosen, da Newsmax, pressionou ainda mais, perguntando a Biden: "Por que você acha que um segmento tão grande do eleitorado americano passou a abrigar preocupações tão profundas sobre sua aptidão cognitiva?"
"Eu não faço ideia", disse Biden, antes de passar para a próxima pergunta.
Biden diz que "não faz ideia" por que os americanos questionam sua capacidade cognitiva.
Além disso, quando perguntado se achava que havia "prometido demais" durante sua campanha e seu primeiro ano no cargo, Biden disse que não acreditava ter prometido demais e que pretendia continuar nessa linha.
"Não prometi demais, mas provavelmente superei o que qualquer um pensava que aconteceria", acrescentou.
O presidente Biden afirma não ter prometido demais. Ele não prometeu "desligar o vírus"? A única coisa que Biden desligou é a confiança do povo americano na liderança democrata!
Biden defendeu sua agenda e enormes planos de gastos antes de responder às tão esperadas perguntas da imprensa.
Em reação à decisão da Suprema Corte de derrubar os mandatos de vacinas, Biden disse que o tribunal "cometeu um erro" e que está confiante de que as empresas honrarão seus pedidos para forçar os funcionários a adquirir vacinas contra a COVID-19.
Quando perguntado por um repórter da ABC sobre seu pacote de assinatura Build Back Better (o mesmo que "reconstrua melhor" em português), e se ele precisava ser mais realista e reduzir suas prioridades para que algo fosse aprovado, o presidente respondeu: "Não, acho que não."
De acordo com pesquisas recentes, um pouco menos da metade dos norte-americanos, discorda que Biden esteja mentalmente apto, como casos de aparentes lapsos de memória, como ler diretamente de um teleprompter, incluindo recitar instruções escritas de sua equipe, como "Citação final", inúmeras gafes, como chamar sua vice-presidente Kamala Harris de "presidente", ou sussurros misteriosos despertaram preocupações sobre a perspicácia do presidente dos Estados Unidos em várias ocasiões.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала