Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

China descobre Ômicron em carta vinda do Canadá após 1º caso da variante em Pequim

© REUTERS / Yew Lun TianPessoas formam fila para realizar testes de COVID-19 em Pequim, na China, em 16 de janeiro de 2022
Pessoas formam fila para realizar testes de COVID-19 em Pequim, na China, em 16 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 17.01.2022
Nos siga noTelegram
O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) de Pequim recomendou que os moradores da capital chinesa tenham cautela ao receber correspondências do exterior depois que foram encontrados vestígios da variante Ômicron em uma carta vinda do Canadá.
A possível origem da cepa foi descoberta a partir de uma força-tarefa criada no país para rastrear a primeira infecção por Ômicron em Pequim.
De acordo com as autoridades, o homem que recebeu a correspondência supostamente contaminada é o primeiro caso confirmado de paciente com a variante na capital chinesa. O diagnóstico foi anunciado no último sábado (15).
Após o caso, as autoridades informaram que já descobriram mais cinco correspondências com vestígios do vírus, todas enviadas do Canadá a outros endereços na China.

"Não descartamos a possibilidade de que a pessoa tenha sido infectada ao entrar em contato com um objeto do exterior", disse Pang Xinghuo, vice-diretora do CDC de Pequim, conforme noticiou a agência AFP.

Por isso, o órgão orientou a população a utilizar máscaras e luvas ao receber pacotes e envelopes a partir de agora. Segundo o CDC, é importante ainda que os produtos sejam, se possível, higienizados e abertos de preferência fora das casas.
Em São Paulo, um profissional de saúde atende um paciente na UTI do hospital Emílio Ribas, em 8 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 13.01.2022
Propagação e combate à COVID-19
Fiocruz alerta para aumento de ocupação de UTIs no Brasil com explosão da Ômicron
A força-tarefa para rastrear o vírus testou todas as pessoas que tiveram potencial contato com o paciente. Entre os mais próximos, todos os 69 receberam resultado negativo, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.
Outras 16,5 mil pessoas que passaram pelos mesmos ambientes frequentados pelo homem nos últimos dias também testaram negativo. O montante de amostras foi analisado em um período de 48 horas, de acordo com o órgão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала