Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Antártica tem 'abundância de vida' sob suas camadas profundas de gelo, descobrem cientistas (FOTO)

© Foto / Flickr.com / Christopher MichelGelo da Antártica (imagem referencial)
Gelo da Antártica (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 23.12.2021
Nos siga no
Foi encontrada vida debaixo de dezenas de metros de gelo em uma plataforma no leste da Antártica, e cujo mecanismo de alimentação ainda não foi inteiramente entendido.
Existe há milhares de anos uma quantidade surpreendente de seres vivos por baixo do gelo da plataforma Ekstrom, Antártica oriental, concluíram cientistas do Reino Unido e da Alemanha em um estudo publicado na revista Current Biology.

"Esta descoberta de tanta vida existindo nestas condições extremas é uma surpresa completa, e nos recorda como a vida marinha antártica é tão única e especial", relatou em comunicado de segunda-feira (20) David Barnes, biólogo marinho da Pesquisa da Antártica Britânica.

O pesquisador considerou "surpreendente" que tenham encontrado evidências de tantos tipos de animais no que se considerava ser um ambiente inóspito, devido à maioria dos animais na região se alimentar de microalgas, ou fitoplâncton, apesar de eles não poderem viver na Antártica.
Mais coisas fascinantes encontradas sob plataformas de gelo da Antártica.
Os pesquisadores perfuraram dois poços em Ekstrom, um deles de 192 metros de profundidade, até alcançarem uma camada de 58 metros de água líquida, enquanto o gelo do outro tinha 190 metros de profundidade e mais 110 metros de água. Lá, a equipe encontrou 77 espécies de 49 gêneros diferentes de ectoproctas, incluindo as espécies Melicerita obliqua e Paralaeospira sicula.
As criaturas são filtradoras, estando seu alimento suspenso na água. As partículas de matéria orgânica são capturadas à medida que o líquido flui em seu redor. Tal significa que alguma fonte de alimento, como as algas dependentes da luz solar, estariam entrando de alguma forma debaixo da capa de gelo, apesar da fonte de água aberta mais próxima do local estar a 9,6 km de distância.
"Apesar da escuridão permanente por pelo menos milhares de anos, a vida tem sido observada até a 700 km das pontas das capas de gelo", nota a equipe de cientistas no estudo.
"Se acreditava que a riqueza e abundância de vida debaixo das capas de gelo é altamente depauperante. No entanto, a diversidade que encontramos em ambos os locais dos furos de sondagem seria alta até para amostras marinhas abertas de plataformas continentais", continuou, notando até evidências de crescimento semelhante aos anéis de árvores em quatro espécies de Cellarinella.
Icebergs na Antártica - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2021
'Criaturas estranhas' são descobertas acidentalmente durante expedição na Antártica (FOTO, VÍDEO)
Os autores do estudo dizem que o crescimento detectado é semelhante ao encontrado em amostras tiradas em outras partes da Antártica.

"Outra surpresa foi descobrir o quão longo tem existido a vida aqui. A datação de carbono de fragmentos mortos destes animais do fundo do mar variou da atualidade até 5.800 anos", indicou Gerhard Kuhn, geólogo do Instituto Alfred Wegener para Pesquisa Polar e Marinha, Alemanha, e coautor da pesquisa.

Os achados sugerem que durante eventos glaciares passados, quando a maior parte da plataforma antártica se transformou em um bloco congelado que alcançava o fundo do mar, as criaturas viviam em pequenas áreas não ligadas à terra.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала