Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Chanceler cubano critica novas 'medidas hostis' dos Estados Unidos

© AP Photo / Alex BrandonChanceler cubano, Bruno Rodríguez Parrilla
Chanceler cubano, Bruno Rodríguez Parrilla - Sputnik Brasil, 1920, 01.12.2021
Nos siga no
Ministro das Relações Exteriores cubano, Bruno Rodríguez Parrilla criticou nesta terça-feira (30) em suas redes sociais as novas medidas anunciadas pelo secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken.
Rodríguez Parrilla afirmou que as medidas "hostis" anunciadas pelo Departamento de Estado norte-americano atrapalham a soberania cubana e causam desestabilização no governo.
Seu pronunciamento aconteceu logo após o governo dos EUA informar que impôs restrições de visto a nove funcionários do governo cubano.
Os EUA ainda presumem erroneamente que nosso governo permitirá que ele provoque a desestabilização social em Cuba. É nosso direito e dever salvaguardar nossas prerrogativas soberanas e rejeitar a ingerência estrangeira. As medidas hostis anunciadas hoje [30] não alteram essa determinação.
O representante permanente de Cuba na Organização das Nações Unidas (ONU), Pedro Luis Pedroso, também repudiou as medidas, afirmando que "Cuba não aceita intimidação, provocação ou desestabilização".
O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, por sua vez, disse que a Casa Branca está "penalizando aqueles que prejudicam a capacidade do povo cubano de melhorar suas condições políticas, econômicas e de segurança".
Hoje [30] o Departamento de Estado dos EUA impôs restrições de visto a nove funcionários do governo cubano, penalizando aqueles que prejudicam a capacidade do povo cubano de melhorar suas condições políticas, econômicas e de segurança. Estamos ao lado do povo cubano em sua luta pelas liberdades fundamentais.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала