Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Míssil hipersônico russo 'pode mudar as regras do jogo' para EUA e OTAN

© Sputnik / Ministério da Defesa a Rússia / Abrir o banco de imagensLançamento do míssil hipersônico Tsirkon a partir da fragata Admiral Gorshkov no oceano Ártico
Lançamento do míssil hipersônico Tsirkon a partir da fragata Admiral Gorshkov no oceano Ártico - Sputnik Brasil, 1920, 15.11.2021
Nos siga no
O sistema de defesa antimísseis norte-americano Aegis poderia ser incapaz de interceptar o míssil russo Tsirkon, afirma ex-oficial do Exército dos EUA.
O míssil de cruzeiro hipersônico Tsirkon, de fabricação russa, representa "um problema para os EUA e a OTAN", observa o portal 19FortyFive, que ressalta que o projétil antinavio completou com êxito um lançamento de teste a partir de um submarino, em outubro, estando próximo de fazer parte do arsenal russo.
O autor do artigo, Brent Eastwood, ex-oficial do Exército dos EUA e especialista em assuntos de defesa, adverte que o sistema antimísseis norte-americano Aegis, eficaz contra os mísseis convencionais, poderia falhar ao tentar interceptar um Tsirkon.
O míssil russo percorreria 20 quilômetros até o Aegis ser acionado, já que o sistema antiaéreo precisa de oito a dez segundos para interceptar um projétil.
"Os russos foram pacientes com o tempo de desenvolvimento, 20 anos, do Tsirkon. Hoje, é preciso reconhecer o mérito de terem sido fiéis ao conceito hipersônico", escreveu Eastwood, concluindo que o novo míssil russo poderia "mudar as regras do jogo".
Os mísseis Tsirkon alcançam uma velocidade de aproximadamente 2,65 quilômetros por segundo, a uma altitude de 20 quilômetros, ou seja, mais de 10 mil quilômetros por hora. Seu alcance máximo é de 1.000 quilômetros.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала