Putin na COP26: Rússia possui 20% das florestas mundiais, tomamos medidas de proteção

© Sputnik / Yevgeny PaulinPresidente russo, Vladimir Putin, durante mensagem de vídeo aos participantes da sessão sobre a gestão florestal e questões agrárias da COP26, 2 de novembro de 2021
Presidente russo, Vladimir Putin, durante mensagem de vídeo aos participantes da sessão sobre a gestão florestal e questões agrárias da COP26, 2 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 02.11.2021
Nos siga noTelegram
A Rússia está tomando medidas enérgicas para proteger suas florestas, que constituem cerca de 20% das florestas mundiais, afirmou o presidente russo Vladimir Putin durante a conferência do clima em Glasgow.
"Em nosso país se encontram por volta de 20% de todas as florestas mundiais. Estamos tomando as medidas mais vigorosas e enérgicas para sua preservação, aperfeiçoamos a gestão florestal, lutamos contra o desmatamento ilegal e os incêndios florestais, aumentamos as áreas de reflorestação e o financiamento para estes setores", disse Putin.
A Rússia apoia o projeto de declaração conjunta sobre as florestas, elaborada na cúpula do clima da ONU em Glasgow, na Escócia, acrescentou o presidente em uma mensagem de vídeo aos participantes da sessão sobre a gestão florestal e questões agrárias da COP26.
Segundo suas palavras, a realização desse projeto "vai estimular uma parceria mais próxima de todos os Estados interessados na preservação das florestas".
Do ponto de vista do presidente russo, a declaração sobre as florestas também servirá para atingir as metas do Acordo de Paris de 2015 sobre a redução das emissões de carbono para a atmosfera.
© REUTERS / YVES HERMANParticipantes da COP26 em Glasgow, Escócia, 2 de novembro de 2021
Participantes da COP26 em Glasgow, Escócia, 2 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Participantes da COP26 em Glasgow, Escócia, 2 de novembro de 2021
Mais de 120 líderes mundiais estão reunidos na Escócia desde 1º de novembro na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, a COP26, para resolver a crise climática e evitar um desastre global iminente. O encontro em Glasgow durará até 12 de novembro.
Hoje (2), os representantes de cerca de 100 países se comprometeram a parar o desmatamento até o final da década e a reduzir as emissões de metano, um gás com efeito de estufa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала