Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Adeus Facebook, olá Meta! Zuckerberg dá novo nome à sua companhia a partir de hoje

© REUTERS / Dado RuvicLogotipo do Facebook tridimensional impresso em um teclado em 25 de março de 2020
Logotipo do Facebook tridimensional impresso em um teclado em 25 de março de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 28.10.2021
Nos siga no
O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou nesta quinta-feira (28) que a empresa que controla Facebook, Instagram e WhatsApp adotou o novo nome: Meta.
Zuckerberg explicou que sua empresa está adotando um novo nome como parte do esforço para englobar sua visão de realidade virtual para o futuro, também chamada de metaverso.
"Tenho orgulho em anunciar que, a partir de hoje [28 de outubro], nossa empresa é Meta [...] Vamos ser metaverso primeiro, e não Facebook primeiro", disse Zuckerberg durante conferência anual da companhia.
Após ser anunciado o novo nome da gigante tecnológica, as ações da empresa atingiram valores recordes.
Zuckerberg diz esperar que o metaverso alcance um bilhão de pessoas durante a próxima década. Segundo ele, o metaverso será um lugar onde as pessoas poderão interagir, trabalhar e criar produtos e conteúdos, no que Zuckerberg espera vir a ser um novo ecossistema que crie milhões de empregos.
© AP Photo / Eric RisbergMark Zuckerberg apresentando novo nome e logótipo de Facebook
Mark Zuckerberg apresentando novo nome e logótipo de Facebook  - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Mark Zuckerberg apresentando novo nome e logótipo de Facebook
Porém, o anúncio da mudança de nome chega em meio a uma crise para a companhia, pois a empresa enfrenta um escrutínio legislativo e regulatório intenso em várias partes do mundo, após a revelação dos Facebook Papers. Na verdade, várias pessoas apontaram que a mudança de nome poderia ser uma tentativa de mitigar esse assunto.

O que acontecerá com Facebook?

A gigante das redes sociais informou nesta semana que sua divisão de hardware, Facebook Reality Labs, vai se tornar uma unidade separada, e que o investimento nessa divisão reduziria o lucro operacional total deste ano em cerca de US$ 10 bilhões (cerca de R$ 56,3 bilhões).
Zuckerberg acrescenta que o novo nome também reflete que, com o tempo, os usuários não precisarão utilizar o Facebook para acessar outros serviços da empresa.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала