Turquia pretende comprar outro lote do sistema de mísseis russos S-400, diz Erdogan

© Sputnik / Aleksei MalgavkoSistema de mísseis de defesa aérea S-400
Sistema de mísseis de defesa aérea S-400 - Sputnik Brasil, 1920, 30.08.2021
Nos siga noTelegram
Ancara pode vir a comprar à Rússia um novo lote de sistemas de defesa antiaérea S-400, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan.

"Não temos dúvidas sobre a compra de um segundo lote de S-400 da Rússia. A Turquia e a Rússia estão dando muitos passos tanto nos S-400 como em outras áreas da indústria de defesa. Durante o esforço para extinguir os incêndios [no sul da Turquia] usamos aviões russos. Na minha última conversa telefônica com o presidente russo Vladimir Putin discutimos este tema. Quando eu viajar à Rússia, vamos discutir tudo isso novamente", disse Erdogan neste domingo (29).

O diretor-geral da corporação estatal russa de exportação de armas Rosoboronexport, Aleksandr Mikheev, afirmou em 25 de agosto que espera que o segundo contrato para entrega dos sistemas de defesa antiaérea S-400 Triumph à Turquia seja assinado antes do final deste ano.

© AFP 2022 / KIRILL KUDRYAVTSEVSoldados russos montam guarda ao lado de um sistema de defesa antiaérea S-400 Triumf
Turquia pretende comprar outro lote do sistema de mísseis russos S-400, diz Erdogan - Sputnik Brasil, 1920, 30.08.2021
Soldados russos montam guarda ao lado de um sistema de defesa antiaérea S-400 Triumf

A compra do 1º regimento de sistemas de defesa antiaérea russos irritou os aliados de Ancara e da OTAN, provocando uma grande crise diplomática e levando Washington a cancelar a venda de caças F-35 da Lockheed Martin ao país, além de introduzir sanções ao setor da defesa da Turquia.

As autoridades de Ancara resistiram à pressão dos EUA e da OTAN, enfatizando repetidamente que que estavam interessadas em comprar um segundo regimento de mísseis S-400.

No final de 2017 Rússia e Turquia assinaram um contrato de U$ 2,5 bilhões (R$ 13 bilhões na cotação atual) para fornecimento de quatro baterias S-400 de 36 lançadores e 192 mísseis, com as primeiras unidades a serem entregues em 2019.

A Forças Armadas da Turquia implantaram os sistemas de defesa antiaérea perto de Istambul e em pelo menos uma base no sul do país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала