Macedônia do Norte declara 2º diplomata russo persona non grata neste ano

© AP Photo / Boris GrdanoskiOficiais de guarda do exército macedônio mudam as bandeiras nacionais durante uma cerimônia especial em frente ao prédio do governo na capital da Macedônia, Escópia.
Oficiais de guarda do exército macedônio mudam as bandeiras nacionais durante uma cerimônia especial em frente ao prédio do governo na capital da Macedônia, Escópia. - Sputnik Brasil, 1920, 17.08.2021
Nos siga noTelegram
A chancelaria da Macedônia do Norte anunciou nesta terça-feira (17) a expulsão de mais um diplomata russo, embora a embaixada da Rússia afirme que o funcionário tinha deixado o país dez dias antes.

A Macedônia do Norte expulsou o segundo diplomata russo neste ano, segundo o ministro das Relações Exteriores macedônio, Bujar Osmani.

"Como este tipo de informação normalmente é classificado, não posso revelar detalhes, mas o Ministério das Relações Exteriores agora receberá dados confirmados e documentados sobre o comportamento do diplomata estrangeiro acreditado, que contradiz os princípios da Convenção de Viena, e tomará medidas para proteção de sua segurança nacional e também da segurança dos aliados na aliança a que pertencemos. Então, a informação está correta", disse Osmani, citado pela agência nacional MIA.

Por sua vez, o vice-chanceler da Rússia, Aleksadr Grushko, disse à Sputnik que a Rússia responderá à expulsão de seu diplomata.

"Confirmamos a recepção da nota sobre a declaração de um dos funcionários da Embaixada persona non grata. Este funcionário saiu da Macedônia do Norte dez dias antes, visto que a sua viagem de serviço tinha terminado. Atualmente, o lado russo está considerando as medidas de resposta", informou à Sputnik a missão diplomática na Macedônia.

Em maio, Skopje já tinha expulso um diplomata da Rússia, medida à qual a Rússia também respondeu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала