Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA 'não têm credibilidade' para fazer comentários sobre mar do Sul da China, diz emissário chinês

© Foto / Marinha dos EUA / Especialista em Comunicação de Massa da Primeira Classe Jeremy GrahamDestróier de mísseis guiados norte-americano USS John S.McCain, da classe Arleigh Burke, transita pelo mar do Sul da China realizando operação de rotina
Destróier de mísseis guiados norte-americano USS John S.McCain, da classe Arleigh Burke, transita pelo mar do Sul da China realizando operação de rotina - Sputnik Brasil, 1920, 10.08.2021
Nos siga no
O embaixador chinês nas Nações Unidas disse hoje (10) que o país se opõe firmemente "aos comentários irresponsáveis" dos EUA sobre a questão do mar do Sul da China.

O embaixador da China na ONU, Dai Bing, falava em um debate virtual do Conselho de Segurança sobre segurança marítima na segunda-feira (9), em resposta aos comentários do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, sobre Pequim em relação ao mar do Sul da China.

"Os próprios EUA não estão qualificados para fazer comentários irresponsáveis sobre a questão do mar do Sul da China".

Os norte-americanos têm criado problemas, enviando arbitrariamente seus navios e aeronaves militares avançadas à região como forma de provocação e tentando publicamente dividir os países regionais, afirmou o emissário, citado pelo jornal Global Times.

No dia 12 de julho, o destróier de mísseis USS Benfold ingressou nas águas territoriais das ilhas Xisha [Paracel], que Pequim considera suas.

Dai Bing ressaltou que os EUA "não têm credibilidade" nas questões marítimas e não aderem à Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, contudo se consideram juízes da Convenção.

O embaixador disse que a China se opõe firmemente ao que os EUA disseram sobre a questão do mar do Sul da China no Conselho de Segurança, que não era o lugar certo para discutir o assunto.

O emissário observa que, tanto a China, quanto os Estados-membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN, na sigla em inglês), estão empenhados em alcançar um código de conduta comum no mar do Sul da China.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала