Três submarinos nucleares entrarão em serviço da Marinha da Rússia até fim de 2021, diz fonte

© Sputnik / Oleg KuleshovSubmarino Nuclear Knyaz Vladimir na região de Severodvinsk, em junho de 2019
Submarino Nuclear Knyaz Vladimir na região de Severodvinsk, em junho de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 09.08.2021
Nos siga noTelegram
Marinha russa receberá mais três submarinos nucleares até o fim de 2021, informou à Sputnik uma fonte na indústria naval.

Trata-se de submarino nuclear Knyaz Oleg (projeto 955A, Borei-A), do Novosibirsk, um submarino multifuncional (projeto 885M, Yasen-M), e do Belgorod (projeto 09852), que será munido de torpedos nucleares Poseidon, disse a fonte da agência.

O Knyaz Oleg será entregue à Marinha da Rússia em setembro deste ano, o Novosibirsk entrará em serviço em dezembro, afirmou a fonte da agência.

Atualmente, a Rússia possui 48 submarinos nucleares, dos quais quatro são do projeto 955 Borei/955A Borei-A. Outros submarinos desta classe estão sendo desenvolvidos. Cada um deles pode disparar 16 mísseis balísticos intercontinentais Bulava.

© Sputnik / Pavel LvovSubmarino russo Belgorod, lançado à água em 23 de abril de 2019 ano
Três submarinos nucleares entrarão em serviço da Marinha da Rússia até fim de 2021, diz fonte - Sputnik Brasil, 1920, 09.08.2021
Submarino russo Belgorod, lançado à água em 23 de abril de 2019 ano

A Marinha russa recebeu o primeiro submarino do projeto 885M Kazan em 7 de maio de 2021. Antes disso, tinha sido comissionado o cruzador submarino de mísseis Severodvinsk, construído pelo projeto Yasen. O Novosibirsk foi lançado no fim de 2019.

Os submarinos nucleares Arkhangelsk, Perm e Ulyanovsk estão sendo construídos. A fabricação do sétimo e oitavo submarinos começou em 20 de julho de 2020. Foram batizados de Vladivostok e Voronezh e serão comissionados entre 2027 a 2028.

Torpedo Poseidon

O submarino nuclear multifuncional Belgorod é o navio experimental para os drones subaquáticos (torpedos) nucleares Poseidon. O torpedo Poseidon, de 24 metros de comprimento, é impulsionado por um reator nuclear e atinge velocidades de 185 quilômetros por hora (velocidade inalcançável para um submarino comum), operando em profundidades de mais de mil metros e calculando de forma autônoma a melhor trajetória para chegar ao destino.

Esta arma se encontra equipada com ogivas de 100 megatons, poderosas o suficiente para criar ondas radioativas gigantes, capazes de destruir cidades costeiras.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала