Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Após 1º voo Moscou-Caracas, Venezuela espera 'fortes laços' com a Rússia, diz ministro

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensEm Moscou, um piloto da companhia aérea venezuelana Conviasa mostra uma bandeira da Rússia após a chegada ao aeroporto de Vnukovo no primeiro voo da rota direta entre a capital russa e Caracas, em 15 de maio de 2021
Em Moscou, um piloto da companhia aérea venezuelana Conviasa mostra uma bandeira da Rússia após a chegada ao aeroporto de Vnukovo no primeiro voo da rota direta entre a capital russa e Caracas, em 15 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.05.2021
Nos siga no
Neste domingo (16), o ministro do Turismo da Venezuela, Alí Ernesto Padrón Paredes, disse à Sputnik que espera garantir laços fortes de turismo entre a Rússia e a Venezuela nos próximos dois anos.

A declaração de Padrón Paredes vem após a chegada do primeiro voo de passageiros da linha aérea direta entre Moscou e Caracas, no sábado (15).

"Acabamos de [lançar] o voo [inaugural]. Naturalmente, temos grandes expectativas. Acho que entre dois e três anos [...] haverá fortes laços de turismo entre nossos países", disse o ministro.

Segundo o ministro, serão inicialmente três destinos para os turistas que chegam à Venezuela: a ilha Margarita, no estado de Nueva Esparta, o arquipélago Los Roques, no mar do Caribe e o Parque Nacional Canaima.

© Sputnik / Magda Gibelli / Abrir o banco de imagensEm Caracas, na Venezuela, trabalhadores descarregam caixas com doses da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, em 13 de fevereiro de 2021
Após 1º voo Moscou-Caracas, Venezuela espera 'fortes laços' com a Rússia, diz ministro - Sputnik Brasil, 1920, 16.05.2021
Em Caracas, na Venezuela, trabalhadores descarregam caixas com doses da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, em 13 de fevereiro de 2021

Padrón Paredes fez parte da delegação venezuelana que viajou no voo direto inaugural que partiu da capital venezuelana Caracas e pousou no aeroporto Vnukovo, em Moscou, no sábado (15). O voo foi organizado pela companhia aérea estatal venezuelana Conviasa.

Além de Padrón Paredes, integraram a delegação venezuelana o vice-ministro das Relações Exteriores para a Europa, Yvan Eduardo Gil Pinto, e o vice-presidente da Conviasa, José Márquez Ramírez. O avião decolou do aeroporto internacional Simon Bolívar, em Caracas. Já em Moscou, os passageiros foram recebidos pelo embaixador venezuelano Carlos Rafael Faria Tortosa.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала