Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Anvisa diz que dados do Butantan estão incompletos e não libera testes da ButanVac em humanos

© Foto / Governo de SPO governador de São Paulo João Doria anuncia o desenvolvimento pelo Instituto Butantan da primeira vacina brasileira contra a COVID-19: a ButanVac, em 26 de março de 2021
O governador de São Paulo João Doria anuncia o desenvolvimento pelo Instituto Butantan da primeira vacina brasileira contra a COVID-19: a ButanVac, em 26 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.04.2021
Nos siga no
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu mais dados ao Instituto Butantan sobre a ButanVac nesta terça-feira (27) antes de liberar a realização de testes clínicos da vacina com humanos.

O Instituto Butantan solicitou a autorização da Anvisa no dia 23 de abril para realizar testes clínicos em humanos da vacina ButanVac. A agência, no entanto, alegou que o pedido e o protocolo do estudo clínico estavam incompletos.

A Anvisa considerou nesta terça-feira (27) que a solicitação da Butantan para a liberação dos testes da vacina não atendia aos requisitos técnicos necessários.

​O Instuto Butantan, por sua vez, afirmou em nota que "manterá contato com o órgão regulador para viabilizar os esclarecimentos necessários ao seguimento do processo de autorização dos estudos clínicos de fases 1 e 2 da ButanVac".

A vacina do Butantan, caso seja aprovada pela Anvisa, será o primeiro imunizante contra a COVID-19 com produção 100% brasileira, sem a necessidade de importar matéria-prima.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала