Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Macedônia do Norte recebe 2º lote da vacina Sputnik V contra a COVID-19

© Sputnik / Chedly Ben Ibrahim / Abrir o banco de imagensNa Tunísia, um profissional de saúde mostra um frasco da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, em 13 de março de 2021
Na Tunísia, um profissional de saúde mostra um frasco da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, em 13 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 28.03.2021
Nos siga no
A Macedônia do Norte recebeu neste domingo (28) o segundo lote da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, disse o ministro da Saúde do país, Venko Filipche.

Até agora, a Macedônia do Norte vacinou sua população com oito mil doses da vacina Pfizer, que foram doadas pela Sérvia em meados de fevereiro. No sábado (27), a nação dos Bálcãs também recebeu a primeira remessa da vacina AstraZeneca/Oxford por meio da iniciativa COVAX, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Hoje, às 14h30 [10h30 no horário de Brasília] o segundo lote da vacina russa Sputnik V chegou ao aeroporto internacional de Skopje", publicou, neste domingo (28), o ministro da Saúde macedônio nas redes sociais, acrescentando que os profissionais de saúde teriam prioridade na vacinação.

A Macedônia do Norte foi o 46º país a liberar o uso da Sputnik V e vacina a população com o imunizante russo desde o dia 10 de março, três dias após a chegada do primeiro lote da vacina ao país.

© REUTERS / Dado RuvicFrascos com o logotipo da Sputnik V
Macedônia do Norte recebe 2º lote da vacina Sputnik V contra a COVID-19 - Sputnik Brasil, 1920, 28.03.2021
Frascos com o logotipo da Sputnik V

Desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya (Centro Gamaleya), a Sputnik V foi a primeira vacina contra a COVID-19 a ser aprovada no mundo, ainda em agosto de 2020. Alguns países da América Latina já aprovaram o fármaco, como Argentina, Venezuela, México, Bolívia e Paraguai. No Brasil, a vacina ainda não foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No total, mais de 55 países aprovaram a Sputnik V, que é hoje a segunda vacina com o maior número de aprovações por órgãos sanitários no mundo. De acordo com os resultados de estudos clínicos publicados na revista The Lancet, a eficácia do imunizante russo é de 91,6%.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала